Jovem de Ibirá nega que teria esfaqueado a própria barriga

Posted by at 18:32 Comments Print

Durante depoimento na tarde desta quinta-feira (18), a grávida de Ibirá suspeita de ter abortado o filho com uma facada na barriga,  negou a intenção de abortar a criança. A versão teria sido dada pela jovem no dia do crime aos policiais militares que atenderam a ocorrência.

Na delegacia, a jovem de 20 anos disse que a criança morreu após um acidente em casa. Ela estava grávida de sete meses.

No depoimento que durou aproximadamente uma hora, a moça, segundo a polícia, contou a mesma versão prestada pelo pai da criança. A jovem disse que queria ir embora de casa, mas como o companheiro não queria deixar, ela pegou uma faca para impedir que ele se aproximasse e quando ele foi tomar a faca, ela se desequilibrou e a faca atingiu um dos lados da barriga.

Ainda segundo a polícia, a mulher disse que procurou duas vezes o pronto-socorro da Santa Casa de Ibirá, porque estava tendo sangramento no útero. Depois, a grávida foi encaminhada para o Hospital de Base de São José do Rio Preto, onde os médicos fizeram cesárea para tentar a salvar a criança, que nasceu viva, mas depois morreu devido a complicações de saúde.

A causa da morte da criança está sendo analisada pelo IML de Rio Preto e o delegado aguarda o laudo para concluir o inquérito. Ainda de acordo com a polícia, a jovem disse estar confusa durante seu primeiro depoimento, prestado a policiais, quando chegou admitir o aborto.

O próximo passo agora é ouvir os policiais que falaram com a moça.

(Foto: Gazeta do Interior-arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , , ,

Related Posts