Hospital de Potirendaba nega que houve negligência no caso do menino Kaique; criança está no HB com infecção generalizada

Posted by at 18:00 Comments Print

O caso do menino Kaique Silva, de 7 anos, mostrado pela Gazeta do Interior na última quarta-feira (4), ainda é um mistério para a medica, porém, o quadro clínico da criança que está entubada e sedada, evoluiu para infecção generalizada. O Hospital de Potirendaba que é acusado pela tia de negligência médica no atendimento, nega o ato.

Segundo a assessoria de imprensa do Hospital de Base, Kaique chegou de Potirendaba na quinta-feira da semana passada, dia 26, com pneumonia e que evoluiu para infecção generalizada.

Leia a reportagem: Menino internado em estado grave faz bombeiros realizarem varredura em barracão abandonado de Potirendaba

A tia da criança, Edinalva Ramos da Silva, diz que houve negligência no atendimento, por isso da piora no estado de saúde dela. “O que mais me revolta é que eles demoraram muito para mandar o menino pra Rio Preto. Se eles viram que não era de competência deles descobrir a doença do meu sobrinho, porque não encaminharam ele logo pra lá”, questionou a tia na última entrevista.

Dois dias depois de solicitado, a diretoria clínica do Hospital de Potirendaba disse em nota que não houve demora no encaminhamento para o HB, pois o menino chegou à entidade com febre e primeiro é feito uma avaliação médica do caso. O documento diz ainda que o médico tem autonomia para proceder da melhor forma possível, quanto ao que julga ser necessário realizar durante o atendimento do paciente.

Por fim, a diretoria diz que não houve negligência por parte do Hospital, uma vez que foram prestados todos os atendimentos, realização de exames e medicamentos de prontidão, sem melhoras e, após conduta médica, o mesmo foi encaminhado para o Hospital de Base.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts