Funcionários de usina são flagrados ateando fogo em canavial de Nova Aliança

Posted by at 10:37 Comments Print

Funcionários de uma usina da região foram flagrados por moradores ateando fogo em um canavial na tarde desta última quinta-feira (20/06/2019), na área urbana de Nova Aliança. A Polícia Ambiental foi acionada e registrou o caso.

De acordo com os moradores que filmaram a ação, um dos colaboradores aparece no vídeo com uma tocha ateando fogo nas laterais da plantação de cana no distrito de Nova Itapirema. Em poucos instantes todo o canavial que fica atrás do cemitério é consumido pelas chamas que provocam fuligem e uma intensa fumaça.

Dois caminhões da Usina Santa Isabel que apoiam o ato criminoso, acompanham o funcionário que simplesmente ignoram a presença dos moradores. A mulher que registra as imagens questiona se o incêndio é permitido e se caso as chamas passem para o outro lado da plantação.

incêndio canavial

A moradora Sueli Lima reclama da queimada e diz que o incômodo é gigantesco e provoca sérios problemas para a saúde. “O problema é que infelizmente não acontece nada, pois estamos falando de empresas poderosas e que envolve muito dinheiro. Todo ano é a mesma coisa e ninguém faz nada”, fala.

Através de um sistema de monitoramento via satélite, a Polícia Ambiental identifica todas as queimadas na região noroeste paulista. Acionados por moradores nesta última quinta, os policiais foram até o local e registram a ocorrência.

De acordo com os policiais, o sistema é bastante preciso e consegue identificar o proprietário da área. Provocar qualquer tipo de incêndio é crime ambiental, segundo a legislação brasileira, com pena de reclusão de 3 a 6 anos, além de multa.

Desde 2016 que uma liminar da Justiça de São Paulo proíbe as queimadas na colheita de cana-de-açúcar no interior do estado. Mas infelizmente a medida não vem sendo cumprida e muito menos fiscalizada e toda época de colheita as cidades ficam cobertas pela chuva de cinzas que sufoca os moradores.

Nas últimas semanas a Gazeta recebeu diversas reclamações de moradores de Potirendaba, Mendonça, Nova Aliança, Irapuã e Urupês que tiveram seus quintais cobertos por fuligem. Além da sujeira, a queima da palha da cana, segundo especialistas, provoca irritação nas narinas, ressecamento de pele e problemas respiratórios.

A Usina Santa Isabel disse que desde 2014 que não realiza mais a queima dos canaviais e que o funcionário que aparece nas imagens pertence à usina Cofco de Potirendaba. Já os caminhões que aparecem no vídeo a usina afirmou que eles apenas apoiavam o colaborador que realizava o chamado “contra fogo”, que é quando é provocado outro incêndio para controlar outras chamas.

No vídeo não é possível identificar se realmente existe outro incêndio no canavial, mas segundo relato dos moradores, no local haviam apenas as chamas provocadas pelo funcionário. A assessoria de imprensa da Cofco confirmou a informação da Usina Santa Isabel e disse que o incêndio foi criminoso e que seu funcionário realizava o trabalho de contra fogo para evitar que as chamas atingisse o outro lado do canavial.

(Fotos: Reprodução vídeo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts