Festa COVID: Evento em Potirendaba (SP) reúne centenas de pessoas em plena pandemia

Posted by at 16:55 Comments Print

Sábado, 19 de setembro de 2020

Um ato considerado criminoso e de extrema irresponsabilidade foi registrado na noite desta última sexta-feira (18/09/2020), em Potirendaba (SP). Uma festa em plena pandemia de coronavírus reuniu centenas de pessoas em uma propriedade da cidade.

Leitores da Gazeta enviaram vídeos ao jornal denunciando o caso. O evento que cobrou ingresso teve direito a paredão de led com muita bebida alcoólica e som alto.

Segundo os denunciantes, a festa aconteceu em uma propriedade particular, na área rural da cidade, na saída para Mendonça (SP). Centenas, se não milhares de pessoas, todas sem máscaras, participaram do encontro.

Nossa reportagem apurou que a chácara pertence à um empresário de Potirendaba, onde, o filho dele, um estudante de 25 anos, que teria promovido o evento. Frequentadores postaram vídeos da festa em algumas redes sociais.

Promover evento durante a pandemia de COVID-19 é considerado crime. Quem realiza está infringindo o Art. 268 do Código Penal por descumprir determinação do poder público destinada a impedir indução ou propagação de doença contagiosa.

Em Potirendaba, é infração ao Decreto Municipal referente à suspensão por prazo indeterminado da realização de eventos públicos ou privados, incluindo no rol de eventos festas particulares. No Art. 268 do Código Penal, a punição prevista é de detenção de um mês a um ano e multa. O valor da multa é de R$ 10 mil.

A região Noroeste Paulista está na “Fase-amarela” do Plano São Paulo de Flexibilização, o que ainda não permite a realização de eventos. A festa, como a que foi realizada em Potirendaba ontem, coloca em risco toda a região, visto que se o índice de ocupação de leitos de UTI voltar a subir, todas as cidades podem regredir para a Fase-laranja ou vermelha.

Potirendaba possui 522 casos confirmados de coronavírus, onde, desse total, 163 pacientes estão com o vírus ativo, ou seja, podem transmitir a doença. O município possui ainda 837 casos em investigação, 10 pacientes permanecem internados e infelizmente 11 pessoas já morreram vítimas da doença.

A Gazeta encaminhou o caso para a Vigilância Sanitária de Potirendaba e também para a Polícia Militar. Uma denúncia será feita também ao Ministério Público do município para que apure os fatos.

(Fotos: Reprodução)

Cidades Covid-19 Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts