Falta de chuvas prejudica lavouras de milho em Potirendaba (SP)

Posted by at 13:35 Comments Print

Sábado, 20 de fevereiro de 2021

Além de uma pandemia que assola o planeta, a falta de chuvas em 2021 tem prejudicado lavouras de milho aqui na nossa região. Janeiro desse ano foi o pior mês de chuvas dos últimos quatro anos.

Em janeiro de 2017 foram 181 milímetros de chuva. Em 2018 choveu 363 milímetros. Em 2019 foram registrados 104,7 milímetros. Em 2020 335,3 milímetros e em janeiro desse ano 91,7 milímetros.

Fevereiro que também costuma ser um mês bastante chuvoso, infelizmente está bem longe disso. Em anos anteriores foram registrados médias acima de 200 milímetros de chuva, e, agora em 2021, nestes 20 dias do mês, foram pouco mais de 40 milímetros, apenas.

As chuvas em Potirendaba vem diminuindo a cada ano que passa. Em 2019 a cidade registrou, durante todo o ano, 1.195,5 milímetros e o ano passado inteiro foram calculados 994,5 milímetros.

O auxiliar de apoio agropecuário da Casa da Agricultura de Potirendaba, Odécio Gonçalves, que também é produtor de milho na cidade, já calcula os prejuízos provocados pela estiagem.

“O sol forte e a falta de chuva não faz com que a planta cresça e forme as espigas de milho. Minha plantação eu uso para tratar o gado, porém, esse ano vou perder tudo”, afirma o produtor que estima um prejuízo de mais de R$ 6 mil.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts