Falsa médica de Ibirá é presa dessa vez em Posto de Saúde de Reginópolis (SP)

Posted by at 13:26 Comments Print

A falsa médica Kelly Regiane Queiroz, de 43 anos, foi presa novamente na manhã desta terça-feira (30/04/2019), exercendo ilegalmente a profissão. Presa em 2017 em Ibirá se passando por outra profissonal, desta vez ela estava atuando em Reginópolis, região de Bauru (SP).

De acordo com o Portal G1 local, Kelly estaria atuando na cidade, de cerca de 9 mil habitantes, desde o dia 2 de abril usando também o nome de uma profissional. A mulher foi levada para a delegacia, onde presta depoimento.

Além do posto de saúde, ela também atendia na penitenciária do município. Para ser contratada, ela apresentou documentos e um registro do Conselho Regional de Medicina (CRM) em nome de outra pessoa.

Na manhã desta terça-feira (30), a Polícia Militar foi ao posto de saúde cumprir um mandado de prisão preventiva contra ela. A Secretaria de Saúde de Reginópolis disse que a mulher foi contratada por uma empresa terceirizada de Piracicaba e está aguardando a finalização da ocorrência.

Em Ibirá

No dia 23 de outubro de 2017, Kelly Queiroz foi presa pela primeira vez na Santa Casa de Ibirá exercendo ilegalmente a profissão. Ela que se passava por clínica geral há três meses atuou em Paulo de Faria (SP), Poloni (SP), Pindorama (SP), Orindiúva (SP) e em São José do Rio Preto (SP).

Ao ser presa na época, ela disse que era formada na Bolívia e que não conseguia passar na prova de revalidação para exercer a medicina no Brasil. Kelly usava o CRM da dermatologista de São Paulo, Kelly Queiroz Cardoso, que teve sua bolsa furtada em fevereiro do ano passado. Dentro da bolsa tinha o carimbo com o CRM de Kelly e documentos pessoais.

Ela contou ainda que comprou os objetos de uma pessoa para atuar como médica em Ibirá. Além do carimbo, a polícia apreendeu também o jaleco bordado o nome da médica.

Kelly Regiane que já tinha passagem por estelionato no 1°DP de São José do Rio Preto. Quatro dias após ser presa ela conseguiu um habeas corpus e responde em liberdade por exercício ilegal da medicina e falsa identidade.

(Foto: Agência Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts