Evolução do marketing digital impulsiona empresas e é a mais nova tendência mundial

Posted by at 11:18 Comments Print

Em menos de uma década a internet ganhou enormes proporções e passou a fazer parte da rotina diária de milhares pessoas. Isso impulsionou o nascimento do marketing digital, uma estratégia adaptada ao novo mercado que se abre para a divulgação e a venda de produtos e serviços.

Mesmo em uma região de cidades pequenas aqui da Gazeta onde o hábito ainda é o panfleto e o carro de som, pequenas e grandes empresas estão investindo no marketing pela internet, muitas vezes mais barato e com um retorno maior e mais garantido. Sócio de uma empresa de fotografia de casamento em Potirendaba, o empresário Alex Henrique fala que realiza diversos tipos de mídia na cidade, porém nota a diferença quando investe no digital.

“O marketing digital atinge um público mais específico e maior que é o nosso objetivo. Muitos clientes não ficam em casa e acabam não sendo atingidos por carros de som ou panfletagem, por isso realizamos o investimento digital. Realizamos panfletagem e também carro de som, mas notamos que o retorno maior é através da mídia online”, destaca.

Na última semana, o consultor em marketing digital, Lucas Correia, veio de Brasília para São José do Rio Preto, onde pôde auxilar empresários e empreendedores em suas carreiras ou negócios. O encontro ajudou a definir estratégias de vendas para que alavanquem o crescimento de suas vendas.

“O primeiro passo é um posicionamento bem planejado seguindo estratégias de relacionamento e conteúdos de valor. Segundo ter consistência nas publicações e usar as métricas para validar a qualidade dos conteúdos e conversões”, afirma.

Segundo dados do IBGE, atualmente, metade dos brasileiros está conectado à internet e, com esse crescimento, o marketing digital não só se fixou como evoluiu muito. O principal impulsionador para a evolução do marketing digital tem sido a mudança nos hábitos e comportamento do público. O marketing digital, que no seu início trabalhava as ações para a massa em um todo, tem se modificado e cada vez mais buscado trabalhar uma linguagem específica para um público-alvo bem definido.

“Hoje em dia as pessoas não querem mais receber divulgações de algo que nem conhecem, nem confiam. Tornou-se via de regra, gerar relacionamento e confiança antes, para só depois haver a venda. Nesse formato a venda se torna automática, quando a encontro do produto com a necessidade”, diz Lucas.

O especialista fala que as expectativas para as próximas décadas serão cada vez mais os públicos afim de uma comunicação humanizada. “Com o surgimento dos chat bots e automações isso tende a crescer ainda mais. O atendimento personalizado se tornará o diferencial”, finaliza.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts