Erros cometidos ao fazer churrasco

Posted by at 15:53 Comments Print

Reunir os amigos no fim de semana ou em outra data especial para fazer um churrasco parece ser uma tarefa simples. O que muita gente não sabe é que, para garantir o sucesso do churrasco, é preciso evitar alguns erros comuns. Não basta apenas comprar uma picanha e colocar sal grosso, um bom churrasqueiro deve dar atenção à qualidade das carnes, ao acendimento da churrasqueira, quantidade de comida, tempo de preparo, entre outros fatores.

Veja os erros mais frequentes e saiba como evitá-los:

1- Na hora de acender a churrasqueira

Um erro muito comum é usar álcool líquido para acender a churrasqueira, mas o produto não é muito eficaz. Isso porque ele produz uma chama intensa que se apaga rapidamente. O mais indicado é comprar pastilhas de álcool em gel, à venda em diversos supermercados. Em relação ao carvão, faça um pequeno monte sob a grelha e vá acrescentando mais carvão ao poucos.

2- Escolhendo as carnes

Esqueça a ideia de comprar carnes em um local desconhecido só porque o preço está mais em conta. Dê sempre preferência a açougues de confiança para não comprar uma peça errada ou de má qualidade.

Picanha, costela, fraldinha, maminha, alcatra e filé mignon são as carnes mais comuns em um churrasco. Também é possível incrementar com carne de porco, linguiça, asinhas de frango ou coração.

As carnes da Swift podem ser uma boa sugestão para o seu churrasco. A empresa é líder nesse segmento e tem produtos à venda nos principais supermercados e açougues do país.

3- Quantidade de carne

Muita gente não sabe qual quantidade de carne comprar para um churrasco e isso pode acabar causando dores de cabeça. Para não correr o risco de faltar carne para seus convidados, utilize uma calculadora para churrasco disponível em diversas páginas da internet.

O site da Swift possui uma calculadora de churrasco, o churrascômetro é muito simples de ser usado. Basta informar a quantidade de pessoas no churrasco, a variedade de carnes desejada e calcular a quantidade certa para atender às suas necessidades. Geralmente, o ideal é calcular de 300 a 500 gramas de carne por pessoa.

4- Quantidade de sal

Não exagere no sal para temperar as carnes. O melhor é utilizar sal grosso com pedras maiores em pedaços grandes de carne. Uma recomendação simples é colocar um punhado de sal grosso em um prato, acomodar a carne e jogar mais um pouco por cima dela.

Deixe-a perto da brasa por alguns minutos e, na hora de colocar na churrasqueira, retire o excesso de sal com as mãos. Nunca cubra a carne com sal grosso porque isso desidrata e tira o sabor da peça.

5- Churrasqueira não é lixeira

Evite jogar restos de comida ou outros tipos de resíduos na churrasqueira. Além de não ser educado, esse hábito também mostra falta de higiene.

6- Servir salgadinhos ou petiscos antes do churrasco

Se você fizer isso, seus convidados perderão o apetite quando a carne estiver pronta. O melhor é oferecer saladas, linguiças, costelinha, asinhas e, por fim, as carnes principais.

7- Distância certa

Se a carne ficar a uma distância de 15 centímetros da brasa, ela será selada ou grelhada. Essa é a altura mais indicada para pedaços pequenos. Para assar pedaços maiores de carne, deixe-os de 40 a 60 centímetros de distância da brasa.

Outra dica importante é virar a carne apenas uma vez, quando sangue começar a aparecer em quantidade menor na parte superior. Evite ficar furando a peça para que ela não perca a suculência.

8- O corte certo

Para a carne não ficar dura, é importante cortá-la contra as fibras. Se você não sabe como fazer, peça ajuda ao açougueiro.

(Foto: Divulgação)

Geral Últimas Notícias ,

Related Posts