Equipes da Sucen fazem ‘varredura’ para matar mosquito da febre amarela em Potirendaba

Posted by at 11:59 Comments Print

Equipes da Superintendência de Controle de Endemias (SUCEN) de São José do Rio Preto e Catanduva percorreram bairros próximos ao local onde foi encontrado um macaco com febre amarela neste sábado (29/10), em Potirendaba.

As equipes receberam um mapa dos locais para serem pulverizados. Antes de começar os trabalhos os agentes avisaram e orientaram os moradores.

Já em campo eles entram casa por casa para realizar o trabalho. A nebulização foi feita nos três bairros próximos a uma mata onde foi encontrado o macaco com febre amarela.

A responsável pelo controle de endemias de Potirendaba, Páscoa Moretti, explica que este trabalho é mais uma ferramenta no bloqueio para que não ocorra transmissão da doença em humanos. “Como o animal foi encontrado muito próximo da cidade temos a preocupação em bloquear que o mosquito não pique humanos. Essa ação hoje da equipe da Sucen é de fundamental importância para isso”, diz.

O macaco foi encontrado no dia 7 deste mês em uma propriedade rural em Potirendaba. Só neste local foram localizados oito animais mortos, mas só foi possível realizar o exame em um deles.

O resultado veio no fim do mês e até agora quatro macacos foram encontrados mortos em São José do Rio Preto, Ibirá, Pindorama e Potirendaba. Uma pessoa morreu em Bady Bassitt por causa da doença.

Na área urbana a doença e transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito que transmite à dengue.

Assim que souberam da confirmação da doença, a vigilância intensificou a visita de agentes em busca de criadouros do mosquito e vacinou quase toda a população, prevenção necessária pra evitar casos da doença em humanos.

(Foto: Marcos Augusto/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , , ,

Related Posts