Empreiteiro oferta R$ 1 milhão do Icaraí, mas justiça não aceita

Posted by at 10:56 Comments Print

A nova diretoria tentou, mas não teve jeito e o Clube Icaraí de Potirendaba foi a leilão. Um empreiteiro da cidade ofertou R$ 1 milhão no leilão que aconteceu nesta última quarta-feira (30), mas o lance não atendeu as exigências da Justiça Trabalhista que fixou o valor do imóvel em R$ 2.406.520,00.

Conforme a Gazeta vem mostrando, o clube foi a leilão para quitar dívidas trabalhistas com ex-funcionários. Entre ações e dívidas com fornecedores o clube acumula mais de R$ 1 milhão de dívidas.

A notícia de não aparecer comprador para o imóvel foi comemorada pela nova diretoria da instituição. Ela acredita que o boato do tombamento histórico da entidade afastou interessados na compra.

No último domingo os sócios proprietários realizaram uma eleição e uma nova diretoria assumiu a administração. Na segunda-feira advogados represantes dos sócios entraram com pedido de anulação do leilão, o que não foi aceito pela justiça. A partir de agora a diretoria é quem vai assumir a dívida.

A juíza federal do trabalho, Daniela Renata Rezende Ferreira Borges, entendeu que a oferta do empresário Antonio Carlos Guidini não atingiu o lance mínimo de 60% do valor do imóvel. Guidini disse no lance que o prédio não vale mais que R$ 1 milhão por conta da crise financeira que o país enfrenta.

Um dos advogados de defesa dos funcionários do Clube, Guilherme Rocha, disse que os nove funcionários se uniram e fizeram adjudicação que é quando eles pedem parte do imóvel como forma de pagamento pela dívida. “Como não apareceu comprador eles decidiram pedir parte do imóvel como pagamento da dívida. Agora a justiça vai julgar o pedido ou marcar um novo leilão”, disse.

Nossa reportagem entrou em contato com Antonio Guidini, mas a família informou que o empreiteiro não quer falar sobre o assunto.

(Foto: Alex Henrique e editoria de artes/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts