Em S. J. do Rio Preto Polícia Federal prende empresário suspeito de fraude na compra de merenda escolar

Posted by at 12:16 Comments Print

Um empresário de São José do Rio Preto (SP) foi preso nesta terça-feira (26/11/2019), suspeito de integrar uma quadrilha de desvio de verbas na merenda escolar. Esta é a segunda fase da operação nomeada “Cadeia Alimentar” que começou em Ribeirão Preto (SP).

Ele é dono de uma escola particular e foi preso em casa, em um condomínio de alto padrão na região sul de Rio Preto. Na residência dele foi cumprido também um mandado de busca e apreensão.

O empresário seria ainda dono de uma empresa no ramo de material escolar, no qual é suspeito de fazer parte do esquema de fraude na compra de merenda escolar por prefeituras do estado de São Paulo. Ele está preso na sede da Polícia Federal de Rio Preto e a prisão é temporária.

Cerca de 240 policiais cumpriram 30 mandados de prisão. Os alvos são uma vereadora, ex-prefeitos, secretários e ex-secretários de governo, sedes de três prefeituras e uma Câmara dos Vereadores, servidores, ex-servidores, empresários, lobistas e empresas.

A operação Cadeia Alimentar II apura irregularidades em 27 municípios paulistas: Americana, Atibaia, Barretos, Campinas, Cotia, Cubatão, Franca, Garça, Guarujá, São Carlos, Jandira, Matão, Orlândia, Osasco, Paulínia, Praia Grande, Rio Claro, Santos, São Joaquim da Barra, São José do Rio Preto, São Paulo, São Roque, São Vicente, Sorocaba, Sumaré, Taquaritinga e Votorantim.
No entanto, a polícia afirma que as irregularidades atingiram 50 cidades.

Em nota, a PF informou que as medidas executadas nesta terça-feira visam coletar elementos que complementem informações obtidas em colaboração premiada firmada com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF) por dois investigados alvos da primeira fase da investigação, deflagrada em maio de 2018.

(Com informações de Bruno Tavares/TV Globo)
(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo)

Destaques Nacional Últimas Notícias , , , ,

Related Posts