Educação de Potirendaba (SP) atinge maior nota no Ideb dos últimos 12 anos

Posted by at 13:51 Comments Print

Quarta-feira, 16 de setembro de 2020

A educação municipal de Potirendaba (SP) atingiu a maior nota dos últimos 12 anos no índice que avalia o desenvolvimento da educação básica brasileira (Ideb). O estudo foi divulgado nesta última terça-feira (15/09/2020) em todo o país.

O Ideb é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC), onde avalia a evolução da aprendizagem no país, com base no desempenho dos alunos em português e matemática.

O objetivo é levar o Brasil a atingir a mesma média de conteúdo de alunos de países desenvolvidos (OCDE). Em uma escala de zero a 10, a meta é chegar a 6 na média geral, tanto em escolas públicas quanto particulares.

Em Potirendaba, a educação municipal ultrapassou a meta tanto do ensino fundamental 1 quanto o 2. Segundo a coordenadora de educação da cidade, Nayara Abdalla, um grande trabalho foi realizado com investimentos na equipe pedagógica, como também no desenvolvimento de vários projetos.

“Este é um mérito de toda a equipe de educadores, desde professores, diretores, coordenadores, pois foi um trabalho realizado ao longo dos anos. Desenvolvemos projetos de alfabetização, reforço escolar, leitura e capacitação. Além do mais fizemos investimentos na equipe pedagógica de algumas escolas onde agora podemos colher estes frutos, com uma educação invejável do nosso município”, destaca.

A Escola Municipal Maestro Antônio Amato foi uma das maiores evoluções na avaliação do Índice, saltando de 4,7 em 2017 para 5,9 em 2019. A Escola Municipal João Casella, saltou de 6,5 em 2017 para 6,8 em 2019.

No Ensino Fundamental I, a Escola Municipal Vitório Botaro obteve 6,7 em 2017 e 7,1 em 2019. Já o ensino Fundamental II da instituição obteve 4,8 em 2017 e 6,1 em 2019.

Na avaliação geral do município, alunos do Ensino Fundamental I aumentaram de 6,6 em 2017 para 7,7 em 2019 e no Ensino Fundamental II de 4,7 em 2017 para 5,9 e, 2019. Esta é a maior nota obtida no Índice desde que ele começou a ser aplicado.

O objetivo principal, segundo o MEC, é que o Brasil conquiste 6 pontos no Ideb da primeira etapa do Ensino Fundamental até 2022, ano do bicentenário da Independência do Brasil. Essa nota é equivalente à média dos estudantes dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Em 2005, primeiro dado disponível (e anterior à criação do Ideb, em 2007), a nota do Brasil para essa etapa do ensino era 3,8.

“Quando há investimento pesado em educação, investe-se menos em saúde e outras questões sociais, pois a educação é a base e o alicerce de tudo. Estou há 35 anos trabalhando na educação, já passei por diversas escolas e instituições do Estado, onde sei que o melhoramento do ensino só se torna eficaz quando há investimento, esforço e dedicação de todos”, finaliza a coordenadora Nayara.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts