EDITORIAL: Os crimes do sertão e as “Alice’s fazendo a Kátia”

Posted by at 9:31 Comments Print

A Gazeta do Interior sempre traz reportagens importantes, com denúncias exclusivas e que não deveriam ficar apenas no papel. O jornalismo cumpre com seu dever que é denunciar e cobrar. Compete às autoridades usar este precioso conteúdo com depoimentos e gravações de um trabalho de mais de semanas e tomar as devidas providências.

Uma quadrilha que furta gado descaradamente e que praticamente toda a cidade já conhece os criminosos. Tubarões de colarinho branco que se escondem dentro de mansões, andam de caminhonetes de luxo e que não medem recursos para camuflar a vida criminosa que leva à custa de produtores rurais.

Produtores estes que, em sua maioria, possuem apenas o gado para consumo e que depende daquela fonte de renda para sobreviver. Bandidos se aproveitam da fragilidade, da simplicidade e da inocência destas pessoas, planejam, estudam as vítimas e viram até amigos das vítimas para poderem cometer o delito.

O depoimento emocionante de um dos produtores afirmando aos prantos que se comoveu ao ver o bezerro morrer de fome porque a mãe havia sido levada pela quadrilha, expõe uma realidade virtuosa de um lado de pessoas que enfrentam uma realidade bem diferente de autoridades que vivem dentro de seus gabinetes e não conhecem a fundo a verdadeira situação destas pessoas.

O próprio produtor convidou delegados, sargentos, juízes e promotores a irem a seu sítio conhecer a rotina dos ladrões e como eles agem. Sabemos que na maioria dos casos se torna impossível a solução devido à fragilidade das leis, mas se continuarmos usufruindo da estrofe de nosso hino nacional “deitado eternamente em berço esplêndido”, nenhum grão de areia mudará.

Assim como assistir de braços cruzados, o litro de combustível ultrapassar os R$ 4 o litro, assim como assistir dezenas de famílias dependendo das suas casas para morar – em que estão pagando centavo por centavo – e ver o banco afirmando que está “estudando”. Vamos começar a acordar “Alices”, pois o País das maravilhas está pegando fogo!

(Editorial da edição impressa da Gazeta do Interior do mês de setembro de 2017)
(Foto: Editoria de Artes/Gazeta do Interior)

Destaques Editorial Últimas Notícias , , , , , , , , ,

Related Posts