EDITORIAL: A educação vem mudando gradativamente

Posted by at 6:08 Comments Print

Basicamente a revolta com a educação do Brasil hoje se resume em manifestos e atos de vandalismo por todo o país. Aqui na região da Gazeta o que pode se ver é uma realidade bem diferente de escolas de outras cidades onde nem carteira para o aluno sentar tem.

Não que a educação da região já esteja excelente e não precise mais de investimentos. O que nossa reportagem especial revela nesta edição é uma educação que muitas pessoas rotulam ruim, mas que não conhecem de perto o esforço gigantesco de professores e diretores para melhorarem cada dia esse sonho.

O piso salarial de um professor hoje é estimadamente R$ 1,7 mil. Que pessoa na vida trabalharia por R$ 1,7, por mês, para educar crianças que hoje em dia parecem animais, se não fosse por amor? A arte de educar é por amor.

A imprensa de um modo geral critica qualquer ato negativo dentro de uma escola e se esquece, na maioria das vezes, em mostrar a quantidade de coisas positivas e boas que essas entidades têm a oferecer.

Crianças estudam em escolas com ar condicionado, comida de qualidade. Conforto e alimentação que muitas delas não têm em casa e nunca vão ter. Devemos olhar para a educação da nossa região com olhos de algo que está mudando depois de bater tanto na tecla: quero mais educação.

A Gazeta aproveita para parabenizar os prefeitos de Potirendaba, Uchôa e Cedral, por pensarem com carinho na educação dessas cidades. Pensarem que dentro daquelas escolas está o futuro dessa nação. Parece demagogia, mas essa demagogia é colocada por nós mesmos, concordam?

Os prefeitos dessas três cidades aparentam ser diferentes de outros políticos do nosso país que infelizmente ainda tratam a educação como a antiga coroa portuguesa, onde se a ‘ralé’ ficar inteligente, vai derrubar os poderosos dos tronos.

Percebemos que a mudança está começando. Sabemos que a educação é um trabalho de formiguinha. Quem sabe um dia alcancemos esse tão esperado momento em que saúde e educação sejam prioridades.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Editorial Últimas Notícias , , , ,

Related Posts