Dois destinos, duas esperanças

Posted by at 6:24 Comments Print

Eric Carvalho

Um fato indiscutível: Tite é “o cara” e um dos melhores técnicos por resultados da história do futebol brasileiro. Ele tem simplesmente tudo o que disputou aqui na América – estaduais no RS e em SP; Copa do Brasil pelo Grêmio; Copa Sulamericana pelo Inter; Brasileiro; Recopa continental; Libertadores e Mundial de clubes pelo Corinthians.

No timão, é um dos técnicos que mais dirigiram a equipe e está no cargo desde 2010 quando Mano Menezes assumiu a seleção. Resumindo: não há como questionar a qualidade dele. Ninguém consegue conquistar tudo o que disputou por acaso. Só que ultimamente as coisas não andam saindo muito bem para o Corinthians e ele anda questionado. Depois da eliminação precoce na Copa Libertadores, com uma lambança histórica da arbitragem, o time está patinando no segundo campeonato mais importante do ano, o Brasileirão.

Dentro de campo, alguns nomes mais importantes da história recente do time estão deixando a desejar. O meia Danilo, decisivo em quase tudo e muito regular nos últimos dois anos tem errado passes, marcado muito e atacado pouco, sendo que atacar é a principal função dele. Já Emerson Sheik continua o mesmo velocista, esforçado, mas marca poucos gols. Quando fica de frente para a meta prefere driblar a tocar para os companheiros.

Sem caçar as bruxas, o timão parece apático ao entrar em campo, sem vontade. A renovação lenta do elenco não tem dado certo: Pato ainda precisa mostrar para que veio e Ibson parece assustado. Assim, os empates e as derrotas, coisas que o torcedor Corintiano estava desacostumado, ficam constantes, mas como mudar?

Todo elenco vitorioso um dia envelhece, um dia fica cansado e quer novos ares. Todo time vencedor um dia foi apenas um grupo de jovens sonhadores atrás do primeiro título e é isso que o Corinthians tem que correr atrás. Não de contratar apenas jovens inexperientes, mas de refazer, aos poucos, um elenco que parece meio enjoado de vencer.

O mais complicado de tudo isso, com certeza, é deixar ídolos irem embora. Danilo, Sheik, Alessandro, Douglas – a maioria da torcida corintiana ama esses caras e com razão – mas tem horas que o melhor caminho é o tchau. Sabe quando você ama uma pessoa, mas não dá mais certo a vida juntos? Então!

Não que esses jogadores são dispensáveis e não prestam mais. Prestam sim, mas é uma questão de motivação e comprometimento. Caso o elenco seja renovado, a vontade também será renovada aos poucos.

Devo confessar, há outro fator importante: o azar. O time alvinegro está com uma enorme má sorte. Renato Augusto, um dos melhores do elenco, ficou, pelo menos, cinco dos nove meses machucado. Aí o Pato, ainda mal adaptado é convocado para a seleção Brasileira. Sem contar o Guerrero que vai pra seleção peruana, praticamente fora da Copa 2014.

E o Tite, personagem principal dessa história? Ouve reclamações da torcida que é apaixonada e esqueceu a história recente. Porém, não devemos achar que a história vitoriosa do gaúcho acabou. As coisas ainda vão se arrumar. Ele é bem capaz de se reinventar e reorganizar a equipe. E a diferença de 13 pontos para o título pode ser muito bem revertida.

Muricy

Do outro lado da capital, no Morumbi, a esperança se chama Muricy Ramalho. Depois de passar 10 anos se auto classificando como o melhor e mais organizado time do país, o tricolor vive às duras penas para conseguir fugir da zona de rebaixamento. De tanto a torcida pedir, o eterno Juvenal Juvêncio decidiu trazer o técnico tricampeão brasileiro pela equipe.

Se Tite é vencedor, Muricy não fica pra trás e também tem um currículo de dar inveja. Além disso, adota uma filosofia de trabalho muito interessante, chamando os jogadores para junto dele, o que a meu ver, é o que vai mudar vida do São Paulo em 2013.

A equipe anda desorganizada e cheia de problemas internos, mas, em breve, vai estar longe do Z4. Sair da degola não é difícil, os adversários ajudam e se vencer três partidas seguidas, o time embala.

São Paulo fora do rebaixamento com Muricy, essa é uma certeza para mim e caso isso não dê certo, quero que me cobrem no site da Gazeta do Interior. Abraços, até a próxima!

(Foto: Divulgação)

Destaques Esportes Últimas Notícias , ,

Related Posts