Delegado seccional pede exoneração após denúncias de assédio moral e sexual contra policial

Posted by at 12:19 Comments Print

O delegado seccional de São José do Rio Preto desde 2012, José Mauro Venturelli, foi exonerado na manhã desta quinta-feira (03/01/2019). O desligamento foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo pela Secretaria de Segurança Pública.

Venturelli é investigado na Corregedoria por assédio sexual e moral, após denúncias de uma policial civil. Ele também foi alvo de críticas na Câmara feitas pelo vereador Anderson Branco (PR), que representou contra ele no Ministério Público.

O Ministério Público analisou preliminarmente o caso e não viu indícios de crime, porém foi encaminhado para análise do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter-5). Ao todo, o delegado era responsável pelas 40 delegacias de polícia das 31 cidades nossa região.

Nossa reportagem não conseguiu contato com José Mauro. Segue abaixo pedido de exoneração apresentado ao Deinter.

Exmo. Sr. Diretor do Departamento de Polícia Judiciária Interior – DEINTER 5

José Mauro Venturelli, RG 10.226.552, CPF 002.984.548-31, com endereço funcional à Rua Benjamim Constant, n 3821, B Imperial, nesta, atualmente em exercício no cargo de
Delegado Seccional de Polícia de São José do Rio Preto, com o devido respeito, vem expor e ao final REQUERER o que segue:

Como já é do conhecimento de Vossa Excelência em razão de conversa mantida no ano passado, onde eu já havia anunciado a intenção de aposentar-me e, considerando que completei o tempo necessário para tanto, vale dizer, com paridade e integralidade, venho requerer as providências necessárias para meu desligamento do cargo em questão, a fim de que possa usufruir as licenças que ainda tenho pendentes, e ao final, requerer a aposentadoria.

Sem mais, apresento cordiais saudações.

SJRio preto, 02/01/2019

José Mauro Venturelli
Delegado de Polícia

(Foto: Reprodução Google)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts