“De Olho”: Montanha de lixo permanece às margens da vicinal Luiz Brandolezi, em Bady Bassitt

Posted by at 9:22 Comments Print

A situação de um ponto de depósito irregular lixo na vicinal Luiz Carlos Brandolezi, em Bady Bassitt, não para de piorar. Além da quantidade de resíduos acumulada no local, a aparição de aves como urubus atrapalha até motoristas que passam pela rodovia.

Em 2013 a Gazeta do Interior já mostrou a situação desse ponto, cobrou soluções da prefeitura, mas ela justificou que a culpa é dos moradores que depositam lixo irregularmente naquele espaço.

O local fica às margens da pista, próximo a um condomínio de chácaras da cidade. Moradores utilizam a área como depósito de lixo por falta de caçamba. A prefeitura chegou a colocar uma placa proibindo o descarte de resíduos alí, mas a placa foi tomada pelo mato e nada vem sendo feito para solucionar o problema.

A justificativa da prefeitura de Bady é que os moradores ou usuários de chácaras devem levar os resíduos até a cidade, porém não dá trabalho para a prefeitura colocar um coletor de lixo naquele local e ir ao menos uma vez na semana buscar.

Em Potirendaba, por exemplo, o próprio município é quem colocou caçambas e se responsabiliza pela recolha do material semanalmente. Bairros mais distantes como Vila Formosa, Córrego Fundo e Coqueiral existem pontos de descarte de lixo e que é a prefeitura quem fica responsável pela coleta.

Na foto feita pela nossa equipe mostra pneus velhos, garrafas de cerveja, móveis, entulhos e até animais mortos. Além da grande quantidade de lixo acumulada que pode proliferar o mosquito transmissor da dengue, a preocupação é com a aparição de urubus que acaba atrapalhando motoristas que trafegam pela vicinal ao lado.

O departamento jurídico da prefeitura de Bady Bassitt disse que é proibido jogar lixo naquele local, já flagrou várias pessoas jogando e que elas foram multadas. Quanto ao acúmulo de detritos e a placa coberta por mato, a assessoria informou que é devido às festas de fim de ano e por não haver expediente na prefeitura. Porém, já faz mais de um mês que as festas acabaram e o lixo continua lá e placa completamente tomada pelo mato.

(Nota publicada na edição impressa da Gazeta do Interior do mês de janeiro de 2015)
(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades De Olho Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts