Criança de um ano sofre queimadura de segundo grau após levar choque em tomada de creche em Nova Aliança

Posted by at 8:45 Comments Print

Uma criança de um ano e oito meses sofreu queimaduras de segundo grau após levar choque em uma tomada de uma creche em Nova Aliança. O caso que está sendo acompanhado pelo município teria acontecido na última quinta-feira (19/07/2018) na creche Madalena Cazzotte Donegá.

A mãe, Letícia Sartoreli Volpini, conta que só ficou sabendo depois de pegar a menina por volta das 17h30 na saída da instituição. “Eu tenho costume de vir caminhando com ela e quando peguei na mãozinha dela, ela reclamou de dor e foi quando eu levei ela no Pronto Socorro aqui da cidade, porque eu não sabia o que era. Lá o médico constatou que ela estava com uma queimadura de segundo grau”, diz.

Letícia procurou a creche no dia seguinte e funcionários olharam as imagens das câmeras de monitoramento do local que apontaram que a criança teria colocado o dedo em uma tomada que estava com uma abertura pela lateral. Dentro da sala, várias destas tomadas ficam bem próximas ao chão.

A menina recebeu cuidados médicos e se recupera em casa. A descarga elétrica recebida por ela foi de 110 volts e, segundo especialistas, a menina correu sério risco de morte.

criança choque nova aliança (1)

De acordo com a Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (ABRACOPEL), só no ano passado foram registradas 677 mortes de pessoas que receberam descargas elétricas de 110 volts em todo o país. 43% desse número eram crianças com idade inferior a 4 anos de idade.

“É um susto muito grande e ainda estou bastante abalada. A gente que é mãe cuida em casa cobrindo as tomadas para que nada aconteça, mas acontece um fato desse e a gente fica assustada”, fala.

Ela fala ainda que já foi procurada pela coordenadoria de educação e está recebendo assistência necessária do município. “Ficaram de tomar as devidas providências sobre o caso e disseram que estão providenciando também o fechamento delas. Pedimos para que isso não ocorra mais, pois infelizmente minha filha poderia ter morrido”, afirma a mãe.

Nossa reportagem tentou contato com o coordenador de educação da cidade, porém foi informada de que ele estava fora da cidade.

(Fotos: Divulgação e arquivo pessoal)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts