Creche inacabada de Potirendaba completa um ano de entrega e não tem nem energia instalada

Posted by at 8:00 Comments Print

Quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Há poucos dias de completar um ano da entrega da creche inacabada do bairro Jardim Veneza de Potirendaba, a obra continua abandonada e sem previsão de entrega. A Gazeta voltou ao local e constatou que nem energia elétrica ainda foi instalada.

A escola de educação infantil de Potirendaba que foi entregue em dezembro do ano passado, tem investimento do Governo Federal e, segundo a prefeitura, já torrou dos cofres públicos R$ 1.476.729,24.

A unidade fica na Avenida Severino Ariosi e o abandono da obra foi mostrado diversas vezes pela Gazeta do Interior. A construção que teve início no dia 28 de maio de 2012, tinha previsão de ser entregue no dia 28 de fevereiro de 2013, mas no dia 29 de dezembro de 2016, dois dias antes da então prefeita Gislaine Franzotti deixar o mandato, a creche foi entregue às pressas com vazamentos, faltando para-raios e até energia elétrica.

A escola que na placa estava orçada em R$ 1.293.370,08, segundo a prefeitura, tinha custado até outubro de 2014 R$ 1.329.128,29. Em março deste ano a Gazeta mostrou que o atual prefeito, Flávio Alves, disse que a responsabilidade era da administração de Franzotti e que outro termo aditivo de contrato no valor de R$ 147.600,95, assinado pela ex-prefeita, era necessário para concluir o serviço.

Nossa reportagem mostrou que faltavam para-raios, rede energia elétrica, rede de estruturada de computador e detalhes como placas de chapas nas portas e instalações de bancadas. Além da unidade nova já apresentar vazamento no telhado, os vidros que deveriam ser de 10 milímetros de espessura, foram colocados de 4 milímetros.

As divisórias também estariam fora de padrão, pois foram instaladas divisórias comuns, mais baratas, mas sendo que na verdade deveriam ter sido instaladas as de vidro. A escola de ensino infantil teria capacidade para atender até 130 crianças.

Flávio disse na época que a obra não estava em andamento porque a empresa contratada pela outra gestão queria receber o valor, sendo que as medições da construção estavam erradas. Agora a prefeitura disse que a obra está pronta e que falta apenas a ligação da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), porém que a entrega ficará só agora para 2018.

Nossa reportagem procurou a CPFL Paulista que disse em nota que o processo de entrega da creche segue paralisado por conta de questões contratuais relacionadas à prefeitura municipal. A distribuidora afirma que está aguardando as finalizações necessárias por parte da mesma para realizar o serviço de instalação da rede elétrica.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts