Cortes ousados com desenhos viram febre nos cabelos de jovens da região

Posted by at 9:19 Comments Print

Após começar na periferia de grandes capitais como São Paulo e Rio de Janeiro, os cortes de cabelo com desenhos já são febre entre jovens daqui da nossa região. Iniciais de nomes, diamantes, tribais e até flores são algumas das obras de artes escupidas nas cabeças de adolescentes e até de alguns adultos.

Bruno Nunes, de Potirendaba, é cabeleireiro há cinco anos e conta que começou fazendo risquinhos e cortes mais discretos, mas os pedidos para desenhos foram surgindo e ele então foi ganhando liberdade e imaginação. “É uma obra de arte mesmo, tudo feito manual, com muito cuidado, com uma maquininha pequena. Eu gasto uma meia hora em um cabelo, dependendo do desenho”, explica.

O preço é mais caro que um corte comum masculino, afirma Bruno. Ele explica que também dependendo do desenho, o valor pode custar, em média, R$ 25.

“Por semana eu costumo fazer uns três desenhos e já cheguei a fazer até uma flor no cabelo de uma mulher”, fala o cabeleireiro.

Rafael Pereira, de Bady Bassitt, tem 16 anos e é um desses amantes da arte no cabelo. Ele fala que todo mês faz um desenho diferente. “Cada mês eu escolho um desenho diferente. Já fiz um diamante, um tribal e agora quero fazer o símbolo do Corinthians”, diz.

O pai de Rafael, além de aprovar o corte do filho, também entrou no clima. “Muitas pessoas criticam, tem até preconceito, mas o corte do meu cabelo não vai definir meu caráter. Acho muito bacana e apoio a moda. Com tanta coisa errada para se consertar nesse país, um desenho em um corte de cabelo é a menor das preocupações”, fala Anderson Cristiano Pereira.

(Fotos: Arquivo pessoal)

Cultura Últimas Notícias , , ,

Related Posts