Corinthians bate o Emelec, supera ‘maldição’ das oitavas e pega o Vasco na Libertadores

Posted by at 0:52 Comments Print

Da Redação

redacao@gazetainterior.com.br

As oitavas de final da Libertadores causavam temor no Corinthians. Três das últimas quatro eliminações do time haviam sido neste período do torneio. Mas com um Pacaembu cheio nesta quarta-feira, a equipe alvinegra sobrou em campo diante do Emelec: venceu por 3 a 0 e avançou para as quartas da competição.

O Corinthians havia caído nas oitavas contra o Flamengo (2009) e River Plate (2003 e 2006). Já em 2011 o baque foi pior: eliminado logo na pré-Libertadores (Tolima).

Fábio Santos, Paulinho e Alex marcaram os gols. O Corinthians agora enfrentará o Vasco, que venceu o Lanús nos pênaltis, na próxima fase da Libertadores.

Para o duelo no Pacaembu, Tite optou pela manutenção de Willian no ataque. Liedson, que não atuou no empate sem gols Equador, ficou como opção no banco.

A torcida corintiana lotou o estádio para a decisão nas oitavas. Logo na primeira cobrança de tiro de meta no jogo já era nítida a intenção do Emelec em ganhar o máximo de tempo com a bola parada.

Mas não houve tempo para o time equatoriano tentar a cera. Logo a 8 min, o Corinthians abriu o marcador. Fábio Santos se infiltrou na área, recebeu passe de Emerson. Antes de concluir para o gol, o lateral ainda superou um marcador, chutando de maneira colocada.

Aos 22 min, perdeu grande chance de fazer 2 a 0. Paulinho finalizou dentro da área, mas Dreer fez ótima defesa. Logo em seguida foi a vez de Willian desperdiçar outra boa jogada, chutando sem direção.

Mesmo perdendo por 1 a 0, o goleiro do Emelec seguia enrolando a cada paralisação. Um gol feito pelo time equatoriano no Pacaembu obrigaria o Corinthians a fazer mais gols.

O Emelec atacava pelos lados, buscando cruzamentos para área. Valencia tentava chutar de longa distância na primeira etapa. Cássio foi pouco exigido.

Já o Corinthians perdeu várias oportunidades de terminar o primeiro tempo com um placar mais dilatado. Paulinho acertou a bola na trave no fim da etapa inicial, em cabeceada.

O Corinthians continuava seu repertório de gols feitos desperdiçados no segundo tempo. Willian, sem marcação, mandou para longe o arremate dentro da área. Em outro lance, Paulinho avançou na área, mas caiu no momento do chute.

De bola parada, o Emelec fez Cássio fazer grande defesa. O time do Equador ameaçava pouco. Nas raras oportunidades, Cássio fazia boas intervenções.

Aos 20 min da etapa final, o Corinthians passou a respirar um pouco mais aliviado. Paulinho, de cabeça, fez 2 a 0.

O Emelec, enfim, decidiu partir para o ataque. Mas Cássio impedia qualquer tentativa equatoriana. A estatura alta, 1,95m, fazia o goleiro ser absoluto na área.

Com 2 a 0, Tite colocou Liedson em campo. O Corinthians mantinha o controle de bola, apesar do avanço do Emelec. Apesar disso, Alex ainda teve de fazer o terceiro e, então, garantir a classificação. Nem mesmo o gol de Marlon de Jesús, que acabou sendo anulado pela arbitragem, tirou a alegria do torcedor corintiano, que seguiu comemorando até o apito final.

Fonte: UOL

Foto: UOL

Destaques Esportes Últimas Notícias , ,

Related Posts