Coordenadoria de Saúde de Potirendaba confirma morte de idoso por H1N1

Posted by at 12:54 Comments Print

A Coordenadoria de Saúde de Potirendaba confirmou nesta segunda-feira (11/06/2018), a morte de um idoso de 64 anos vítima da gripe H1N1 na cidade. O corpo do homem foi enterrado em Ibirá na última sexta-feira (08/06).

O caso teria sido notificado no último dia 29 de maio, onde a vítima, Dércio Carnielli, estava internada na Unimed de Catanduva. O idoso é de Potirendaba, mas estava na cidade onde o filho mora para o tratamento médico.

O corpo de Dércio foi enterrado no final da tarde de sexta em Ibirá, cidade natal da vítima. Segundo a coordenadoria de saúde de Potirendaba, os grupos prioritários serão vacinados casa a casa.

A enfermeira chefe da vigilância epidemiológica, Luana Poiana, diz que já solicitou a liberação da vacina para toda população. “Já solicitei à GVE, porém não obtive resposta e eles, até então, não possuem mais vacinas para nos mandar. Então vamos aguardar para ver qual medida vamos tomar”, disse.

Em São José do Rio Preto já são 60 casos da doença e sete pessoas morreram, sendo cinco por H1N1 e dois por H3N2. Em seis dos casos os pacientes tinham algum fator que complicou seu estado de saúde.

Popularmente conhecida como Gripe Suína ou Gripe A, a Gripe H1N1, assim como a gripe sazonal, pode variar de branda a grave na questão intensidade. De 2005 a 2009 houve apenas 12 casos da doença nos Estados Unidos, porém nos anos de 2009 e 2010 houve uma pandemia extremamente grave.

O surto global teve início no México, em 2009, expandindo-se posteriormente para a América do Norte, Europa e Oceania. Em abril daquele mesmo ano, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que a epidemia era uma “emergência na saúde pública internacional”, isto é, todos os países do planeta estavam sujeitos a doença.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo e arquivo pessoal)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts