Contaminação de açúcar derretido em Santa Adélia chega ao Rio Turvo

Posted by at 18:52 Comments Print

Seis dias depois a contaminação pelo derretimento de açúcar na cidade de Santa Adélia infelizmente chegou ao Rio Turvo. Em Uchôa (foto), a água escura passava por baixo da ponte no fim da tarde desta quarta-feira (30), desaguando em Guapiaçu.

O rio São Domingos que nasce em Santa Adélia tem 97 quilômetros de extensão corta os municípios de Pindorama, Catanduva, Catiguá, Tabapuã, Uchôa e depois deságua no Turvo. Todas essas cidades já foram contaminadas e mais de duas toneladas de peixes foram encontradas mortas. Espécies como tilápias, curimbas e lambaris são algumas que morreram por falta de oxigenação na água.

Com 267 quilômetros de extensão, o rio Turvo corta 21 municípios e deságua no rio Grande, um dos maiores do Estado. A preocupação da Polícia Ambiental é com os estragos provocados nesses rios já nos próximos dias.

Peixes como pintado, pacu, jaú e dourado que estão ameaçados de extinção, são encontrados no Turvo e podem vir a sofrer as consequências do desastre. O açúcar derretido com as chamas do incêndio elimina o oxigênio do rio e os animais acabam morrendo.

Cetesb, Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros trabalham na operação que já dura desde a última sexta-feira, na cidade. O incêndio ainda não foi totalmente controlado no galpão, mas a lava de açúcar parou de ser lançada no rio.

(Foto: Diogo De Maman/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts