Como esquecer uma paixão

Posted by at 18:27 Comments Print

Chorar, desabafar, sofrer. Tudo isso pode. Mas existe um momento em que é preciso varrer as lembranças de sua vida e seguir em frente

A cada rejeição, reeditamos inconscientemente todas as perdas da vida. Por isso as desilusões afetivas costumam ser tão impactantes. É que o amor romântico é mágico e pode suprir todas as nossas necessidades proporcionando prazer, conforto e segurança. Oi ? Para continuar a leitura, por favor, tenha o bom senso de não acreditar mais nisso !

Idealizamos demais o amor. E essa é a primeira grande dificuldade para esquecê-lo. Calma. Freud explica. Para o pai da psicanálise, o amor sexual proporciona as mais fortes vivências de satisfação, e, por isso funciona como um protótipo de toda as felicidade. Depois de experimentar essa sensação uma vez, é natural que você a persiga sempre como se fosse o centro da sua vida.

A pessoa se torna dependente de uma parte do mundo exterior que é a pessoa amada. Vamos combinar ? A vida pode ser feita não de um único e grande amor ( isso está mais para os contos de fada), mas sim de muitos e valorosos encontros.

Nunca estamos tão vulneráveis ante o sofrimento do que quando amamos e nunca mais desamparadamente infelizes do que quando perdemos uma paixão. Quando o amor não é correspondido ou acaba, o melhor caminho é desconstruir a idealização do outro e da relação. Chorar, desabafar, sofrer. Tudo isso pode. Mas existe um momento em que é preciso varrer as lembranças de sua vida e seguir em frente.

Mas por que a gente sempre cai, levanta e repete este comportamento ? Por que tantas músicas e filmes de amor que nos estimulam a curtir a fossa? Pois é. Quando estamos naquele fatídico momento “Game Over”, buscamos desesperadamente manter uma ligação com quem partiu. Nesse apego ao sofrimento é comum supervalorizar os bons momentos e as qualidades do amado (a) e desprezar os defeitos, santificando a pessoa e a relação.Tá certo que preto não sai de moda. Mas viúva nas passarelas pra sempre não dá. Vamos superar esse luto?

Não existem pílulas coloridas com efeitos miraculosos para superar a perda de uma paixão. Algumas dicas podem ajudar:

  • Uma nova paixão não cura uma perda. Cuidado ao emendar relações seguidas. Isso pode ser uma fuga.
  • Enterre seus mortos. Dói, machuca, mas é preciso viver o luto. Faz parte da superação.
  • Retome seu lugar. Você precisa se programar para ocupar o tempo livre e preencher o tempo livre com atividades produtivas e companhias estimulantes.
  • Encare a realidade. Não espere alguém para ser feliz. Tire dos relacionamentos as melhores experiências e continue se arriscando nos caminhos do amor. Você provavelmente ainda vai sofrer outras vezes. Mas já criaram algo melhor que uma grande paixão ?

Rodrigo Mansil é jornalista e psicólogo

(Imagem: Divulgação)

Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts