Cedral: Comissionados de Janjão são convocados a votar em enquete da Gazeta e são ‘coagidos’

Posted by at 11:37 Comments Print

Funcionários comissionados do prefeito Paulo Ricardo Beolchi de Lucas (PPS), o Janjão, estão sendo coagidos em um grupo de WhatsApp a votar na opção “excelente” na enquete produzida pela Gazeta do Interior. Em trecho da conversa a chefe de gabinete da prefeitura, Regiane Zanetti, convoca os funcionários dizendo “não se esqueçam que conseguimos ver quem vota”.

A conversa foi enviada à Gazeta nesta última quinta-feira (22/11/2018), através de denúncia anônima. Além de Regiane, participam do grupo o próprio prefeito Janjão.

Em trecho do diálogo, a funcionária afirma: “Precisamos de 20 votos até as 15. Reforça com seus amigos. Não esquecer de votar em excelente. Pessoal URGENTE. Convoquem amigos e familiares, não se esqueçam que conseguimos ver quem vota”.

Até às 10h00 desta sexta (23/11), a enquete já possuía 832 votos, uma das maiores votações das enquetes já realizadas até agora. A administração de Janjão possuía 445 votos “excelente” e 387 “péssimo. O questionamento começou às 14h do último dia 16/11 e termina hoje às 14h.

O questionário está disponível na página do jornal no Facebook. A política de privacidade da participação dos usuários, segundo a direção do jornal, compete exclusivamente ao Facebook, desenvolvedor da plataforma.

A Gazeta realiza neste final de segundo ano de mandato uma enquete de opinião pública sobre a administração dos prefeitos das 12 cidades de circulação do jornal. Já participaram do questionário Potirendaba, Uchoa, Tabapuã, Bady Bassitt, Nova Aliança, Ibirá e agora Cedral. Os resultados estão sendo divulgados na edição impressa que sai todo segundo sábado de cada mês.

Em nota, a prefeitura de Cedral disse que nunca utilizou estes meios como forma de coagir funcionários e que todos os membros do grupo são funcionários de confiança da atual gestão.

“O que houve foi um pedido de colaboração de todos do grupo, assim como entende que hoje existem outros grupos na cidade que fazem o mesmo. A Prefeitura lamenta a perseguição que vem sofrendo por meio de fakes criados apenas para disseminar falsas notícias na cidade e aproveitam de ações como a referida enquete para impor discurso de ódio no município”, diz trecho da nota.

A chefe de gabinete, Regiane Zanetti, disse que ninguém foi coagido e estão no grupo apenas funcionários de confiança. “O que existe é uma forma de nos unir para nos defender dos ataques de fakes e falsas notícias que espalham na cidade”, explicou. Já o prefeito Janjão não atendeu nossas ligações para comentar o assunto.

(Foto: Reprodução WhatsApp)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts