Comícios caem de moda e candidatos de Potirendaba deixam ‘passar em branco’

Posted by at 11:40 Comments Print

Mesmo estando liberados pela legislação eleitoral, os comícios estão em processo de extinção e até mesmo “fora de moda”. Pelo menos em Potirendaba, há poucos menos de três dias para as eleições, nenhum dos dois candidatos realizou a reunião.

A decadência de um dos meios mais populares de propagação dos candidatos deve-se a uma série de fatores, segundo os especialistas políticos. O fim dos showmícios e a proibição do financiamento de campanha por empresas estão entre eles.

Porém, em meio a sucessivos escândalos de corrupção na política, a descrença do eleitorado é uma das principais causas da debandada dos comícios. “O desgaste desse emaranhado é tão grande que não há clima para comícios hoje em dia”, diz o consultor político Antônio Eduardo Negrão.

Em Potirendaba os panfletos e jornais são as ferramentas mais utilizadas pela maioria dos prefeituráveis, seguida pelo Facebook e caminhadas nos bairros. O candidato Flávio Alves do (PSD), chegou a registrar pedido de autorização de duas datas para comício na prefeitura da cidade, porém não realizou em nenhuma delas.

Já o candidato Alcides Pavan (PMB), que decidiu não participar da sabatina da Gazeta, também se absteve dos comícios.

Mesmo em cidades grandes como São José do Rio Preto, por exemplo, os candidatos também decidiram não realizar. Já cidades como Uchôa, Ibirá, Nova Aliança, Bady Bassitt e Cedral todos os candidatos reuniram milhares de pessoas nos comícios.

Para o especialista, o carro-chefe do “palanque eletrônico”, atualmente, são as redes sociais. “Os comícios perderam força, onde os candidatos têm priorizado jornais, rádio e principalmente as redes sociais”, diz.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , , , ,

Related Posts