Com aumento no preço dos combustíveis, consumidor procura alternativas para economizar

Posted by at 8:53 Comments Print

Como diria a famosa música da cantora Cátia dos anos 80, “Não está sendo fácil” para ninguém aguentar os aumentos nas contas de energia elétrica e no valor dos combustíveis, principalmente nos da gasolina. Por isso, cada vez mais pessoas estão procurando por alternativas para economizar.

Segundo o mecânico, Aguinaldo Luciano, só na sua oficina, desde que o aumento na gasolina foi anunciado, a procura de pessoas para fazer a troca de peças para transformar o carro movido a gasolina em etanol cresceu mais de 20 %. “Desde janeiro quando foi anunciado, várias pessoas vieram aqui para fazerem orçamento e trocar o sistema para se adequar ao etanol. É uma forma de economizar sim, pois atualmente o preço da gasolina está quase o valor de dois litros do álcool”, diz.

Quem encontrou uma maneira de economizar foi o administrador de empresas Vinicius Cândido, de Catiguá que todo dia ia trabalhar de carro e gastava, em média, R$ 200 de combustível por mês. Agora com o aumento ele optou por comprar uma motocicleta, que segundo ele, rende muito mais. “Enquanto com o carro, eu fazia sete ou oito quilômetros por litro, hoje com a moto chego a fazer 15, 16. É praticamente o dobro e como só uso pra trabalhar, rende muito mais”, afirma.

Ainda segundo o administrador, a cidade é pequena e daria muito bem para ir a pé ou de bicicleta, mas ele o sedentarismo acaba falando mais alto. “Quando acordo empolgado até pego a bicicleta que está guardada em casa e vou, mas é bem raro. Não gosto, da à impressão de que chego no escritório soado e muito cansado, então das opções, a melhor foi a moto”, continua.

Das três principais cidades de circulação da Gazeta, Potirendaba é a que tem o preço dos combustíveis mais caro. Em alguns postos o preço por litro da gasolina ainda deve chegar aos R$ 3,44. Repassando assim um total de 13% por litro.

De acordo com o Fisco, o impacto do aumento seria de R$ 0,22 por litro para a gasolina e de R$ 0,15 para o diesel. Porém, o aumento variou em postos diferentes, chegando a R$ 0,39 a gasolina e R$ 0,18 o diesel em postos visitados pela reportagem. O governo espera arrecadar R$ 12,18 bilhões com a medida em 2015.

Em cidades maiores como São José do Rio Preto, uma prática bastante utilizada nas grandes capitais tem feito a cabeça dos moradores para aumentarem a economia. Conhecido como “Carona legal” o projeto une pessoas que vão para o mesmo destino ou próximas e elas dividem os custos em partes iguais, ou ainda em cidades em que o transporte público funciona de maneira satisfatória, vale o uso dos ônibus que ainda não tiveram aumento na passagem.

(Matéria publicada na edição impressa da Gazeta do Interior do mês de março de 2015)
(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-Arquivo)

Destaques Economia Últimas Notícias ,

Related Posts