Colapso na saúde deixa paciente de Potirendaba (SP) sem leito para COVID-19 na região

Posted by at 10:11 Comments Print

Segunda-feira, 01 de março de 2021

Uma paciente de Potirendaba (SP) ficou sem leito de enfermaria destinado para COVID-19 em hospitais da região neste último domingo (28/02/2021). Ela precisou ser atendida e medicada no próprio hospital da cidade.

De acordo com a direção do Hospital Assistencial Maria Cavalotti Neves, a mulher, de 50 anos, deu entrada na instituição e precisava ser transferida para um hospital da região. A regulação acontece através de um sistema chamado via CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) que tem como objetivo a distribuição adequada dos pacientes para as vagas de atendimento nas áreas hospitalar e ambulatorial da região.

Porém, por falta de vagas devido a superlotação nos hospitais de toda nossa região, essa paciente precisou ser medicada e atendida no próprio hospital de Potirendaba. Horas mais tarde, surgiu uma vaga na Santa Casa da cidade de Tanabi, a cerca de 85 quilômetros de Potirendaba, e essa paciente então foi levada para o local.

Na semana passada a Gazeta já havia mostrado que o Hospital de Base de São José do Rio Preto, que é o principal hospital do noroeste paulista, já não estava mais recebendo pacientes destas cidades da nossa região. Até o último boletim divulgado neste último domingo (28), dos 133 leitos de UTI destinados para pacientes com COVID-19, 116 estavam ocupados. Já dos 165 leitos de enfermaria, 82 estavam ocupados até ontem.

O HB explica que estes leitos de “sobra” ficam reservados para pacientes que já estão internados na enfermaria, caso evoluam para um quadro grave e necessitam ser entubados. Além do HB, pacientes de Potirendaba podem ser levados também para Novo Horizonte, Monte Aprazível, José Bonifácio ou algum hospital que possua vaga disponível, o que não tem sido o caso, neste momento.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Covid-19 Destaques Últimas Notícias

Related Posts