Coceira nos olhos?

Posted by at 8:54 Comments Print

Anne Rodrigues

redacao@gazetainterior.com.br

Olhos coçando e lá vão as mãos instintivamente em direção à eles para aliviar a coceira. Mas o ato que, aparentemente, é inofensivo, prazeroso até, pode causar alterações na estrutura dos olhos, provocando doenças e, em casos extremos, levar à cegueira.

“É muito perigoso esfregar os olhos, pois sua estrutura mole e sem ossos no interior faz a pressão do dedo alterar as estruturas internas abruptamente, podendo levar ao aumento da pressão intra-ocular e distorções corneanas. A repetição constante dessa prática pode provocar várias doenças,como o ceratocone* e lesões na retina que podem levar ao descolamento”, alerta o médico João Luiz Pacini Costa, diretor do Visão Institutos Oftalmológicos Associados -INBOL/ISOB.

Em pessoas que usam lentes de contato, esfregar os olhos é ainda mais perigoso, pelo atrito das lentes nos olhos.

São vários os fatores que fazem os olhos coçar. Dentre eles, a conjuntivite alérgica – ou alergia ocular é o principal. Ela afeta seis entre 10 pacientes alérgicos. Quando o olho entra em contato com uma substância à qual o paciente é sensível (alérgeno), ocorre uma reação alérgica. Tal reação pode ser tanto imediata quanto tardia. A conjuntivite alérgica não é uma doença contagiosa, mas pode causar muito desconforto e irritação nos indivíduos que dela sofrem.

Existem muitos tipos de conjuntivites alérgicas, todas elas têm como uma de suas principais características a presença de coceira nos olhos e ou nas pálpebras. Nunca se deve coçar os olhos pois o ato de friccionar o olho, além de perigoso, libera substâncias que provocam mais coceira. É muito sábio o ditado popular que diz que comer e coçar é só começar. Colocar uma compressa de água filtrada fria (não gelada) alivia muito o desconforto nesses casos.

Sintomas da Alergia Ocular:

Coceira nos olhos

Vermelhidão nos olhos

Queimação nos olhos

Lacrimejamento

Visão borrada

Sensação de arranhado no olho

Inchaço ou vermelhidão na parte interna das pálpebras

Sensibilidade à luz

Sensação de que há um corpo estranho no olho

Alérgenos mais comuns (substâncias sensibilizantes)

Pólen – Árvores, flores, grama e ervas liberam pólen no ar, que é carregado pelo vento. Quando a contagem de pólen é grande, normalmente durante a primavera e o outono, você pode ter alergia, mesmo que você nunca tenha tido antes.

Mofo – Assim como o pólen, esporos de mofo são liberados no ar. Externamente, os esporos de mofo podem ser encontrados na grama, folhas e feno. Internamente, esporos de mofo desenvolvem-se em ambientes úmidos, tais como banheiros.

Pêlos de animais – pêlos de animais, particularmente de gatos, podem causar alergias. Estas pequenas esfoliações, parecidas com caspa que os animais soltam todos os dias podem permanecer no ar da casa e ficar aderidos em móveis e tapetes.

Outros alérgenos comuns incluem ácaros de poeira, poluição e cosméticos.

Ceratocone

O ceratocone é uma doença que atinge a córnea (se o olho fosse comparado a um relógio, a córnea seria o vidro). O problema causa uma deformação da córnea, fazendo com que a pessoa desenvolva astigmatismo ou miopia. Trata-se de um problema hereditário, que costuma se desenvolver na adolescência e estacionar na idade adulta, por volta dos 25 e 30 anos. No Brasil, estima-se que a doença atinja três em cada grupo de mil pessoas.

Visão Institutos Oftalmológicos Associados INBOL/ISOB

Destaques Saúde Últimas Notícias , ,

Related Posts