CNH digital está disponível para demonstração e prevê mais funções

Posted by at 9:32 Comments Print

O aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação eletrônica(CNH-e) já está disponível em uma versão demonstração para smartphones Android, onde é possível visualizar frente e verso de uma carteira fictícia. O documento virtual será implantado aos poucos pelos Detrans e deve ser válido em todo o Brasil a partir de fevereiro próximo.

O aplicativo que abrigará a CNH digital já vem com algumas funções extras como a funcionalidade que permite “exportar” e compartilhar o arquivo da carteira (por e-mail e até whatsapp) para usar em situações que exigem um documento autenticado.

No futuro, o motorista também poderá conferir no aplicativo a pontuação de infrações cometidas e ser avisado quando a CNH estiver perto de vencer, segundo informou o Ministérios das Cidades.

O app final chegará às lojas em 30 de setembro, quando o estado de Goiás começará a cadastrar os usuários em um projeto-piloto, de acordo com o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

Ainda não há definição sobre o custo do documento virtual, já que esta definição cabe a cada Detran estadual.

Quando começa a valer?

Até 1º de fevereiro de 2018 todos os Detrans devem estar aptos a emitir a versão digital.

O que é preciso para tirar?

A CNH digital deverá ser obtida por meio de um aplicativo, que estará nas lojas oficiais da Apple e do Google (para aparelhos Android) a partir de fevereiro próximo.

Após baixar o aplicativo, o motorista terá que optar entre usar um certificado digital (pago), para fazer todo o processo pela internet, ou ir até um posto do Detran para se cadastrar.

É preciso fazer cadastro no Portal de Serviços do Denatran. Depois disso, o usuário fará o “login” no aparelho que utilizará a CNH digital. Neste primeiro acesso, será gerado um PIN (código) de segurança, criado para poder visualizar os documentos.

A CNH-e só poderá ser emitida para quem tem a nova CNH, com QR Code, um código específico para ser lido por aparelhos eletrônicos que existe nas carteiras de habilitação emitidas desde maio último.

Quanto custará? Quem tem a CNH impressa terá de pagar para ter a digital?

O Denatran diz que a cobrança de possíveis taxas para emissão da CNH digital ficará a cargo dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans). São eles que determinam atualmente os valores das taxas da CNH impressa, que variam de estado para estado.

O Detran-SP afirmou que ainda não tem nenhuma definição sobre cobrança do documento digital.

E se eu quiser a CNH impressa?

A CNH-e será opcional, para quem tiver interesse em ter o documento no smartphone. A carteira impressa continuará a ser emitida normalmente nos padrões atuais.

(Do G1)

(Foto: Reprodução)

Destaques Nacional Últimas Notícias , , ,

Related Posts