Clínica clandestina funciona irregularmente em loteamento de chácaras em Bady Bassitt

Posted by at 11:54 Comments Print

Uma clínica clandestina de reabilitação está funcionando irregularmente em um loteamento de chácaras em Bady Bassitt. O flagrante foi feito pela equipe de reportagem da Gazeta do Interior nesta última segunda-feira (01/10/2018).

O loteamento é o bairro Vertentes do Sul que fica a cerca de cinco quilômetros da área urbana da cidade. No local que está em funcionamento há dois meses, pelo menos cinco pessoas que aparentavam ser pacientes, se encontravam sentadas em bancos circulando pelo espaço.

A suposta clínica funciona em uma chácara de alto padrão alugada para receber os então pacientes em tratamento de reabilitação de álcool e drogas. Nossa reportagem conversou com um funcionário que afirmou que a clínica ainda não está em atividade.

“Ainda estamos tentando, mas ninguém quer a clínica aqui, o povo tem muito preconceito. Estamos lutando para fazer um trabalho para o bem da sociedade, em recuperar pessoas que estão perdidas no vício, porém está difícil, nem a documentação ainda conseguimos”, relata o homem.

Questionado sobre as pessoas que estão no interior da chácara, o rapaz afirma que são pessoas que estão ajudando a montar a clínica e não pacientes. “São pessoas que estão ajudando, ainda não temos alvará, a prefeitura negou, então não temos como fazer internações ainda”, diz.

O funcionário fala ainda que a clínica chama Nova Canaã e é dirigida por um homem e uma mulher. Deixamos os telefones da redação com o funcionário para que os proprietários procurassem a reportagem, mas até agora ninguém se manifestou.

Vizinho de fundo do imóvel onde funciona a clínica, o engenheiro, Sidney Giraldi, diz que já protocolou três requerimentos na prefeitura cobrando providências, porém até agora ninguém respondeu. Até um abaixo assinado com mais de 70 assinaturas foi realizado.

“Eu e a minha advogada já cobramos providências e até procuramos os vereadores para não permitir a instalação desta clínica, mas tudo continua funcionando normalmente. Não temos preconceito algum, porém é um condomínio de chácaras residencial e não local para instalação de uma clínica de reabilitação”, afirma Sidney.

Em março deste ano a prefeitura sancionou uma lei que altera a destinação de uso misto dos imóveis no local. O documento permite a instalação de comércios, porém não deixa claro qual tipo de empreendimento.

Carlos Roseno Martins fala que o filho está terminando a construção de uma casa no bairro e que pretende se mudar em breve, porém não vê a clínica com bons olhos. “Infelizmente desvaloriza nosso bairro. Tem dias que tem reuniões no meio da chácara e é um cheiro de maconha insuportável. Como vamos conviver em paz”, questiona.

A Gazeta descobriu ainda que a chácara que abriga a suposta clínica está alugada por cerca de R$ 2 mil por mês. O dono do imóvel é de São José do Rio Preto e teria comprado a propriedade com a indenização da companhia aérea TAM, após o desastre com o voo 3054, em julho de 2007.

Por meio de nota a prefeitura de Bady Bassitt disse que o responsável pela clínica citada procurou a administração pública na última sexta-feira (28/09), protocolou requerimento solicitando a abertura do espaço e imediatamente o pedido foi encaminhado ao Departamento Jurídico, que tem prazo de 15 dias para se manifestar sobre a solicitação. Trecho da nota afirma que o pedido seria indeferido por faltar documentos exigidos por lei municipal. O dono da chácara não foi encontrado para falar sobre o assunto.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts