Caminhoneiro é preso em Bady Bassitt (SP) por manter mulher sob cárcere privado em cabine

Posted by at 14:33 Comments Print

Sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Um caminhoneiro de 41 anos foi preso em flagrante no fim da tarde desta última quinta-feira (25/02/2021), em Bady Bassitt (SP), depois de manter a mulher sob cárcere privado na cabine do próprio caminhão. A vítima, de 38 anos, viajava com o homem há 17 dias.

Pedido de ajuda postado pela vítima nas redes sociais
Caminhão viajava a 17 dias com mulher dentro

De acordo com o delegado que cuida do caso, José Luiz Chain, policiais receberam informações de que a mulher teria postado nas redes sociais que estava sendo agredida pelo marido.

“Os policiais então receberam a denúncia e decidiram abordar o caminhão em um posto de combustíveis da BR-153. A mulher apresentava hematomas no rosto e relatou que estava viajando há 17 dias de Goiás com o destino ao Paraná, onde era obrigada a urinar em uma latinha. Questionei sobre as fezes e ela relatou que era obrigada a segurar ou então ele quem levava ela até o banheiro e depois retornava à cabine”, disse o delegado.

O homem que apresentava sinais de unhada no rosto, foi preso em flagrante e levado para a delegacia. No local ele demonstrou arrependimento e contou que também havia sido agredido pela mulher após ela pegar seu celular.

“Diante da circunstância e da gravidade dos fatos, demos voz de prisão ao autor, onde agora vai responder por cárcere privado e violência doméstica”, continua o delegado.

O caminhão foi retido e ficará à disposição da empresa. A mulher passou por exame de corpo de delito e foi liberada.

A Polícia Rodoviária Federal disse que monitora as redes sociais, em busca de pedidos silenciosos de ajuda como estes e orienta à população para que marque as redes sociais oficiais da instituição, ao compartilhar pedidos de ajuda como este, para facilitar a identificação e levar ao resgate de pessoas em situação de risco.

O caminhoneiro já era investigado em outros inquéritos pelo mesmo crime. Se condenado ele pode pegar até cinco anos de prisão.

(Fotos: Colaboração Polícia Rodoviária Federal)

Cidades Destaques Últimas Notícias

Related Posts