Câmara rejeita investigação contra prefeito de Bady Bassitt (SP)

Posted by at 11:29 Comments Print

Com a maioria contra, os vereadores de Bady Bassitt (SP), rejeitaram a abertura de uma comissão processante contra o prefeito da cidade, Luiz Antonio Tobardini (PSDB). A votação aconteceu durante sessão ordinária na manhã desta quinta-feira (04/06/2020).

Quatro vereadores votaram contra, três favoráveis e um se absteve. O presidente da Casa só participa da votação em caso de empate.

Segundo a denúncia, o prefeito teria contratado uma empresa para realizar o transporte de pacientes e atletas, além de aluguel de veículos, sem licitação. O valor dos serviços é de R$ 123,1 mil.

No documento, o denunciante diz que Tobardini teria cometido infração político-administrativo grave sujeita à apuração. Durante três anos a prefeitura teria pago a empresa através de dispensa de licitação, o que não é permitido devido ao valor que extrapola os limites estabelecidos na lei de licitações.

Parlamentares que votaram contra a denúncia, afirmam que o serviço prestado pela empresa é de excelente qualidade e o valor pago é considerado baixo pela eficiência. Outros questionaram porque a denúncia foi protocolada apenas agora às vésperas de período eleitoral.

Quem votou a favor diz que é dever dos vereadores investigar, caso haja alguma irregularidade. Eles disseram que o serviço foi executado, mas que o executivo descumpriu as leis.

Em nota, a prefeitura disse que ficou sabendo da suposta irregularidade através da denúncia e que vai apurar internamente e responsabilizar o setor responsável por não ter realizado o trâmite conforme determina a lei.

Confira a votação:

Airton da Silva Rego (PL) – FAVORÁVEL

Carmen Lúcia Silva (PSD) – FAVORÁVEL

João Rodrigo Vieira (DEM) – ABSTEVE

Márcio Elias “Marmitão” (PSDB) – CONTRA

Milton Verni (CIDADANIA) – CONTRA

Rafael Damásio (MDB) – CONTRA

Rosangela Aparecida Scoca (PTB) – FAVORÁVEL

Vanderlei Barufi (MDB) – CONTRA

Por conta da pandemia de COVID-19, a sessão contou apenas com a presença de vereadores, funcionários e imprensa.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Política Últimas Notícias ,

Related Posts