Câmara de Tabapuã rejeita orçamento de 2015 e prefeitura fecha as portas

Posted by at 9:38 Comments Print

A câmara dos vereadores de Tabapuã rejeitou o orçamento para 2015 e agora a prefeitura da cidade fecha as portas por falta de orçamento. Órgãos como unidades de saúde também deixam de atender por falta de verba.

A sessão que vetou o projeto aconteceu no dia 29 do mês passado e já no dia seguinte o Executivo foi comunicado. Nesta última segunda-feira (5), o prefeito da cidade, Jamil Seron (PSDB), então questionou o legislativo sobre os motivos da rejeição, mas não obteve respostas.

O orçamento previsto para este ano de 2015 estimado em R$ 37,5 milhões, teve quatro votos contra e quatro à favor. O voto de decisão ficou para o presidente da casa, Fabio Rodrigo Bosque (DEM), que também votou contra. O orçamento aprovado no ano passado foi de R$ 32,5 milhões, R$ 5 milhões a menos que o deste ano.

O presidente da Câmara justifica que não concordou com o valor de R$ 37,5 milhões. “A câmara achou que o valor de R$ 32,5 milhões é o suficiente. O prefeito pode trabalhar com o orçamento do ano anterior”, diz.

Sobre a cidade estar parada e sem atendimento, Bosque diz que o prefeito tem aprovação para usar os R$ 32,5 milhões. “Ele está fazendo terrorismo político. Ele pode muito bem trabalhar com os R$ 32,5 milhões. Fica difícil trabalhar com um prefeito que não quer conversar, não quer diálogo. Estamos aqui abertos para negociar”, fala o presidente.

A prefeitura da cidade informou em nota que os setores como ambulâncias, coleta de lixo, sistema de água e esgoto e guarda municipal, trabalharão em esquema de plantão. Creches funcionarão enquanto tiver estoque de alimentos que deverá durar no máximo até esta sexta-feira.

Trecho da nota diz ainda que o setor jurídico da prefeitura entrará com ação na justiça para reverter a decisão dos vereadores, mas que isso pode levar alguns dias.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Política Últimas Notícias , , ,

Related Posts