Cadeados são quebrados para entrada de presos no CDP durante greve de agentes

Posted by at 13:04 Comments Print

A greve dos agentes penitenciários que já dura mais de uma semana em todo o Estado de São Paulo, está tendo sérios reflexos aqui na região noroeste. Em São José do Rio Preto, o diretor do Centro de Detenção Provisória (CDP) quebrou os cadeados dos portões para que presos entrassem na unidade na tarde da última quinta-feira (20), por que que os grevistas impediam a entrada dos detentos.

Policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE), foram acionados para apoiar o caso. “Tivemos que intervir para garantir a entrada dos presos. Registramos um boletim de ocorrência por desobediência contra os 82 agentes para que o juiz tome providências”, disse o delegado, Paulo Grecco.

A movimentação em frente ao C.D.P. de Rio Preto começou de manhã. Os agentes colocaram os carros particulares em frente ao portão e impediram que os dois veículos com 32 presos entrassem no local. Os detentos estavam sendo transferidos das cadeias de Penápolis (SP) e Catanduva (SP).

Sem acordo, mas também sem resistência por parte dos agentes, o diretor do presídio, Alexandro Petek, quebrou os cadeados e correntes para e entrada dos detentos. A paralisação teve início no último dia 10 de março e eles reivindicam reajuste salarial, recebimento de vale-refeição, convênio de saúde e melhores condições de trabalho, além de reclamarem da superlotação dos presídios. O C.D.P. tem capacidade para 768 presos, mas hoje está com 1.650.

Em todo o Estado, já são mais de 90 unidades prisionais atingidas com a paralisação.

(Foto: Reprodução SBT Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts