Bady Bassitt: Adolescente é suspeito de bater carro em ônibus escolar e ferir quatro crianças

Posted by at 15:25 Comments Print

Pelo menos quatro crianças ficaram feridas em um acidente com um ônibus escolar na última segunda-feira (8), na zona rual de Bady Bassitt. O caso poderia ser mais um acidente comum sem gravidade se não fosse a polêmica. A suspeita é de que um adolescente estaria dirigindo o carro que bateu de frente com o ônibus.

Segundo o motorista do coletivo, o acidente aconteceu por volta das 13h, no bairro rural Borá, quando estava terminando de entregar os alunos. Ainda faltavam quatro crianças para serem entregues quando o carro bateu de frente com o ônibus.

Uma menina de 4 anos foi levada pela própria mãe no Pronto Socorro da cidade. Ela teve ferimentos leves no rosto, foi medicada e liberada. De acordo com a coordenadora de saúde de Bady Bassitt, Elisabete Batista Mendes, como a vítima não foi socorrida pela unidade de saúde, a Polícia Militar não é acionada. As outras crianças não deram entrada na unidade.

Segundo testemunhas, no momento do acidente, quem estava dirigindo o carro era um adolescente de 17 anos, filho do presidente da Câmara dos vereadores da cidade, Adalmur Imada.

O condutor do ônibus nega que seja o adolescente e diz que quem estava dirigindo o veículo era o tio do menino. O que chama a atenção é que o adolescente está machucado e o tio não sofreu nenhum arranhão. Outro fato curioso é que o caso não foi registrado nem na Polícia Militar e muito menos na Polícia Civil.

Nossa produção ligou várias vezes para o celular do presidente da Câmara, Adalmur Imada, mas ele não atendeu nossas ligações. Deixamos recado e até agora ele não retornou.

Segundo o delegado de Bady Bassitt, Ericson Salles Abufares, como não há registro da ocorrência, não tem como o acidente ser investigado. “Se fosse comprovado o menor responderia por ato infracional e seria apresentado à Vara da Infância e Juventude”, diz.

O ônibus foi levado para uma oficina de São José do Rio Preto para ser consertado. Nesta quarta-feira (10), pela manhã, no momento em que nossa equipe chegou ao local, os mecânicos já estavam consertando o veículo.

Nossa produção tentou entrar em contato com o prefeito, Edmur Pradela, para saber quem pagará o conserto do ônibus, mas foi informada de que ele estava no Pantanal pescando e não tinha previsão de retorno.

O assessor jurídico da prefeitura de Bady Bassitt, Evandro Luiz Fraga, disse que como o ônibus tem seguro, quem arcará com as despesas do conserto é a seguradora. Informamos ao advogado que para executar o serviço, a empresa exige boletim de ocorrência que no caso não foi feito pela prefeitura. Fraga disse que tem um prazo de até sete dias para registrar e que ainda estão vendo se registrarão online ou direto na Civil.

Questionado sobre o ônibus já estar sendo consertado em Rio Preto, o advogado disse que vai procurar saber o que está acontecendo e que o serviço não poderia estar sendo feito.

(Foto: Alex Alves/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts