“As donas do chocolate”: ovos de páscoa caseiros dominam o mercado

Posted by at 16:19 Comments Print

Andrea (esq.) e Alessandra (dir.) exibem os saborosos ovos artesanais

Mais barato, mais saboroso e feito com muito carinho. Os ovos de chocolate caseiros estão dominando o mercado e ganhando cada vez mais espaço nas pequenas cidades do interior. Mulheres que deixaram o emprego fixo para se tornarem donas do próprio negócio fazendo essas delícias.

Os sabores são os mais variados. Tem o chocolate tradicional, o famoso leite em pó, sensação, camafeu, prestígio, doce de abóbora e até de banana. Este ano o ovo de páscoa zero açúcar de colher que é a novidade.

Alessandra Garcia é uma destas ‘donas do chocolate’. Ela que trabalhava como caixa de um supermercado em Potirendaba, conta que deixou a profissão registrada para se dedicar apenas aos ovos de páscoa, bolos e doces.

“Além de trabalhar apenas com produtos de qualidade, colocamos amor em cada produto que entregamos para cada cliente. O trabalho artesanal é bem diferenciado e extremamente gratificante”, conta.

A novidade de Alessandra este ano é o ovo de chocolate de colher zero açúcar. Morango, nozes, damasco e até chocolate ao leite. Agora quem tem diabetes também pode se deliciar com estas maravilhas.

Outra dominadora do mercado do chocolate é Andrea Cabral. Ela que também abandonou o emprego fixo para cuidar apenas do chocolate artesanal conta que viu na área um negócio lucrativo, além de fazer apenas o que gosta. “Hoje não trabalho, faço o que eu gosto e isso é muito gratificante. As pessoas procuram novidade e se temos para oferecer, com um trabalho bem feito não tem como dar errado”, explica.

O ovo de colher artesanal a verdade é a metade de um ovo de chocolate, todo recheado e decorado em uma belíssima embalagem. Os preços variam de acordo com o tamanho e peso, custando de R$ 25 a R$ 100.

Andrea e Alessandra contam que as encomendas vem de todo o canto do Estado e os pedidos são dos mais variados sabores. “Tenho que entregar um ovo de bolo de cenoura”, diz Andrea.

O sucesso de ambas foi conquistado no boca a boca. Alessandra fala que a demanda cresceu tanto que foi necessário montar uma loja. “Até a minha filha precisou abandonar o emprego e começar a ajudar. Hoje temos cinco funcionárias e graças a Deus a nossa qualidade e bom atendimento só faz com que cada ano aumente mais nossa demanda”, finaliza Alessandra.

Quem quiser conhecer o trabalho da Andrea o telefone dela é o (17) 9 8112-6143 ou da Alessandra o telefone dela é (17) 3249-4215.

(Fotos: Gazeta do Interior)

Destaques Economia Últimas Notícias , , , ,

Related Posts