Apagão em quatro regiões do país, atinge Potirendaba e Ibirá

Posted by at 20:18 Comments Print

Uma falha no sistema elétrico interrompeu parte da transmissão de energia entre o Norte e o Sudeste do país na tarde desta terça-feira (4), causando falhas no abastecimento de cidades e deixando mais de 3 milhões de unidades consumidoras sem energia. Aqui na região da Gazeta, pelo menos Potirendaba e Ibirá foram afetadas.

Em coletiva de imprensa convocada após o apagão, o secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, disse que o problema não foi causado por sobrecarga no sistema e nem o que teria motivado a falha.

De acordo com o governo, todos os demais detalhes sobre o caso estão sendo investigados pelo ONS (Operador Nacional do Sistema), que ficará responsável por divulgá-los.

A “perturbação” no sistema, conforme apontou o operador, ocorreu na linha de transmissão de energia, entre 14h03 e 14h41. A ligação interrompida está entre Colinas (TO) e Serra da Mesa (GO), interrompendo o fluxo de 5 mil MW.

Em Potirendaba e Ibirá o apagão ocorreu 18h06 e durou quase uma hora. Segundo a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) que abastece as duas cidades, ainda não há informações sobre outros municípios atingidos. As duas foram afetadas por estarem ligadas à uma subestação única, no distrito de Vila Ventura, em Ibirá.

Nas regiões de Votuporanga e Araçatuba também faltou energia elétrica. São José do Rio Preto e as demais cidades da Gazeta não foram afetadas.

Além da Capital Paulista, os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás também foram prejudicados.

O ONS não informou que tipo de problema ocorreu, se de ordem física (incidente com a rede), ou ainda se o episódio está relacionado ao fato de a demanda estar atingindo níveis históricos, em período de estiagem nos reservatórios.

O incidente ocorre quase 24 horas depois de o ONS ter registrado recorde de demanda instantânea de energia, no Sistema Integrado Nacional, de 84.331 MW, às 15h32 desta segunda-feira, e no subsistema Sudeste-Centro Oeste, de 50.854 MW, um minuto depois.

A causa dos picos de consumo, segundo o operador, são as elevadas temperaturas registradas em todo o país.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-Arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts