Alunos de Tabapuã reclamam que ônibus de transporte para faculdades quebram com frequência

Posted by at 11:08 Comments Print

Já virou rotina os ônibus de transporte de alunos de Tabapuã para faculdades de São José do Rio Preto e Catanduva quebrarem. Nesta última terça-feira (03/10/2017), o pneu de um deles estourou quando seguia pela rodovia Washington Luís.

Os alunos procuraram a Gazeta para reclamar da situação que já se tornou frustrante, pois além do tempo de espera por outro veículo, muitos deles chegam a perder provas e trabalhos em sala de aula. Do início do ano até agora, segundo eles, pelo menos dez veículos apresentaram algum tipo de problema.

Ao todo são sete ônibus que fazem o transporte dos alunos, sendo quatro para Rio Preto e outros três para Catanduva. Todos os dias, uma média de 280 alunos são transportados pela prefeitura para faculdades da nossa região.

Alexandre Souza é pai de aluno e diz que só nos últimos 20 dias, quatro veículos quebraram. “Penso no risco que esses estudantes correm tendo que parar em beira de rodovia, descer de ônibus à noite e ter que ficar esperando outro veículo. Os ônibus são velhos e aparentemente não recebem manutenção”, fala.

Toda vez que algum veículo apresenta falha, Alexandre fala que posta em sua página de relacionamento pessoal. “Sou pai de aluno e muitos outros alunos me procuram pedindo ajuda, então eu posto para ver se a prefeitura toma alguma providência, mas está do mesmo jeito há quase um ano”.

Nesta última terça, cerca de 40 alunos seguiam em um dos veículos que faz a linha para a faculdade Unirp de Rio Preto, quando um dos pneus estourou e o veículo precisou parar, evidentemente. Todos os estudantes foram transferidos para outro ônibus que seguia para outra universidade e consequência foi a superlotação.

“Precisamos ir a maioria em pé. O ônibus deles já vai com todos os bancos praticamente ocupados e aí juntou com o nosso. Toda vez é o mesmo transtorno, pois quando não somos colocados em outros ônibus, temos que ficar aqui esperando outro vir buscar a gente. Já aconteceu de alunos perderem provas e trabalhos”, diz o estudante de agronomia, Alexandre Junior.

Uma aluna que faz faculdade em Catanduva e que prefere não se identificar conta que as condições dos ônibus são deploráveis. A frota antiga possui bancos quebrados e falta até estepe. “É uma vergonha esses ônibus. Antigamente cobravam cerca de R$ 20 e não dava tanto problema assim, mas agora não cobra nada e toda semana é um problema diferente. Eu já perdi duas provas por causa que os ônibus quebram e ficarmos esperando outro ônibus chegar”, fala.

A prefeitura de Tabapuã disse que no caso de ontem, os responsáveis foram ao local fazer a substituição do mesmo e que recentemente foram adquiridos três veículos usados, mas que todos estão regularizados, rodando e em perfeito estado, inclusive vistoriados pelo Detran.

Nós tentamos contato com o responsável pelo pátio da prefeitura da cidade para saber qual tipo de manutenção é dada nos veículos, mas ele não atendeu nossas ligações.

(Foto: Colaboração leitores/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , , , ,

Related Posts