Alta do dólar faz com que preços de etanol, diesel e gasolina voltem a subir já nesta semana

Posted by at 12:31 Comments Print

Com a alta do dólar, as distribuidoras estão prevendo um aumento nos preços dos três combustíveis já a partir do próximo sábado (01/09/2018). Alguns postos da nossa região já começaram a receber os produtos mais caros antes mesmo do anúncio oficial.

Nesta quarta-feira (29/08), já era possível encontrar etanol sendo comercializado em alguns postos de São José do Rio Preto por R$ 2,299. Antes do suposto anúncio, o produto no mesmo local custava R$ 1,99.

Segundo o proprietário de um posto de Potirendaba, Willerson Azevedo Colombo, nos últimos dez dias as distribuidoras já tem repassado os produtos com reajustes quase que diários. Ele apresentou para nossa reportagem as notas fiscais de compra e até as planilhas de venda das distribuidoras.

“No dia 16/08 comprei etanol pagando R$ 1,91 e na última segunda paguei R$ 2,02, uma diferença já de R$ 0,11. A gasolina também eu paguei dia 17/08 R$ 3,795 e hoje comprei uma carga de 5 mil litros por R$ 3,910 o litro, ou seja, 0,11 mais caro. Os reajustes já vem acontecendo e nós, na maioria das vezes, não repassamos e vamos segurando o prejuízo”, explica.

A Gazeta teve acesso ainda ao preço do diesel e da gasolina repassados da Petrobras para as distribuidoras sem tributos. No último dia 24/08, a gasolina estava custando R$ 2,0544 e para esta quinta-feira (30/08), já está prevista a ser vendida a R$ 2,1079, uma diferença de R$ 0,0535. O diesel nestes seis dias se manteve no mesmo preço, a R$ 2,0316.

Isso seria, segundo a Petrobras, consequência da recente escalada do dólar. Importadores que aderiram ao programa de subvenção feito pelo governo para encerrar a greve dos caminhoneiros, no primeiro semestre, ainda passará pelo reajuste neste próximo sábado.

De acordo com as distribuidoras, a previsão do aumento ficará entre entre R$ 0,12 a R$ 0,17 o litro. Outro fator é a mudança de cálculo do preço de referência, anunciada na última terça (28/08) pela Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Especialistas afirmam que o governo por enquanto continua subsidiando os R$ 0,30 no valor do litro do produto, porém o mercado continua em atividade e a oscilação no preço é comum, principalmente com a variação da moeda americana. O preço base do diesel será alterado todo dia 1º de cada mês, de agora até dezembro. A partir de 1º de janeiro de 2019, o subsídio de R$ 0,30 será retirado.

“Isto é consequência de um governo que não luta por nossa economia e isso prejudica ainda mais nossa situação. Abastecer já está sendo um artigo de luxo, encher o tanque então não é mais para qualquer assalariado”, comenta a professora especialista em economia, Gabriela Vieira.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Economia Últimas Notícias , , , , , ,

Related Posts