Abordagem policial termina em pancadaria em Potirendaba

Posted by at 12:41 Comments Print

Na segunda foto mostra Sidelmo recebendo atendido médico no Hospital de Potirendaba. As imagens seguintes relatam as agressões sofridas pelos policiais

Uma abordagem policial na tarde desta quinta-feira (5), terminou em lesão corporal, desacato, ameaça e resistência na vicinal João Neves, em Potirendaba. Dois rapazes em uma moto foram parados por policiais militares para averiguação quando a confusão começou.

Segundo o boletim de ocorrência registrado pelos policiais, Sidelmo Sousa do Nascimento e Wesley Rodrigues Gama, seguiam pela rodovia sentido Potirendaba/Cedral de moto quando passaram por um carro da polícia. Os dois vestiam blusas de frio durante a tarde e levantou suspeita para a realização da abordagem.

Os policiais pararam os rapazes e pediram para que eles levantassem as mãos afim de realizar busca pessoal. Sidelmo resistiu levando a mão na cintura dizendo ser trabalhador e que não seria submetido a revista.

Por diversas vezes os PM’s ordenaram que Nascimento obedecesse a ordem legal, mas ele não obedeceu e ficou em posição de ataque para atentar contra integridade física dos agentes.

Nesse momento os policiais tentaram algemar Sidelmo, mas ele começou a agredir os PM’s e teve que ser imobilizado e algemado. Wesley, de acordo com os policiais, não ofereceu resistência alguma e colaborou com o trabalho da polícia.

Trecho do boletim dos policias afirma ainda que mesmo imobilizado, Nascimento permaneceu agressivo, desacatando os agentes dizendo – “seus policiais corruptos. Seus policiais de merda. Vocês acham que tenho medo dessa fardinha de bosta. Solta essa algema pra ver se não arrebento com vocês. Eu vou matar vocês”.

Minutos depois a Guarda Municipal chegou ao local para apoiar a ocorrência. Mesmo algemado, Sidelmo partiu para cima de um dos guardas com chutes e ponta pés, onde mais uma vez foi necessário imobiliza-lo e colocá-lo de bruços ao solo, vindo a machucar o rosto dele.

Sidelmo foi levado para o hospital pelos policiais, onde o Guarda Municipal, os policias e ele receberam atendimento médico. O boletim feito pela polícia foi registrado como desobediência, resistência, desacato, ameaça e lesão corporal.

Toda a ação foi fotografada no local pelo policial Augusto Teixeira. Os registros mostram os policiais agredidos e marcas no acostamento da pista onde o suspeito entrou em luta com os policiais.

Assim que foi liberado do hospital de Potirendaba, Sidelmo foi ao plantão policial de São José do Rio Preto e registrou um BO contra os PM’s por abuso de autoridade e lesão corporal.

Na versão contada por ele à Polícia Civil, no momento em que parou a moto conforme os policiais ordenaram, Sidelmo já começou a ser agredido com chutes nas pernas até ser algemado. Continuou sendo agredido com a chegada dos Guardas Municipais e teve o olho direito, garganta e costas machucados em razão dos chutes que recebeu.

Nossa produção tentou entrar em contato com Sidelmo pelo telefone deixado no boletim por ele, mas ele não foi encontrado. A Polícia Civil vai instaurar inquérito para investigar o caso.

(Fotos: Colaboração Polícia Militar)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts

Comentários