7,5 é a nota dada pelos moradores de Tabapuã na série “Raio-x da Saúde”. Falta de medicamentos incomoda usuários do SUS

Posted by at 9:21 Comments Print

Em Tabapuã as reclamações não são diferentes de outras cidades ouvidas pela série de reportagens da Gazeta do Interior, “Raio-x da Saúde”. O município obteve a nota 7,5 dada pelos moradores, mas a principal queixa deles é a falta de medicamentos.

O que chama a atenção é que a cidade conta apenas com uma Unidade Básica de Saúde para atender uma população de 11.362 habitantes 12 horas por dia. Um Centro de Reabilitação e um Centro Odontológico compõem o quadro de atendimento no Sistema Único de Saúde.

Além dos três locais de atendimentos municipais, Tabapuã tem um hospital assistencial que recebe verbas da prefeitura e que atende urgência e emergência 24 horas. Todos os meses são repassados uma média de R$ 130 mil para manutenção e pagamento de médicos.

Só em abril o hospital Maria do Valle Pereira atendeu 1.337 pessoas. Jesuel Fernandes Fontes, secretário da entidade, fala que entre pequenas cirurgias, raios-x, exames, etc, o hospital chega a realizar quase 800 tipos de atendimentos todos os meses.

Na rede municipal uma média de 8,8 mil procedimentos médicos são realizados mensalmente. Nesse número há 2,3 mil consultas que são feitas todos os meses pelo sistema público.

Renata Bote Martins é coordenadora administrativa de saúde do município. Ela reconhece que o número de locais públicos é pouco, mas explica que ninguém fica sem atendimento. “Pelo contrário, atendemos pacientes de cidades vizinhas e os pacientes aqui são todos atendidos”, fala.

Ao todo são seis ambulâncias e em bom estado de conservação. Reclamação na espera pelos veículos ou falta deles não foi registrada pela equipe de reportagem. Outro ponto positivo da saúde da cidade é a higiene da UBS e o bom estado de conservação do prédio.

A coordenadora explica que esse déficit no número de unidades de saúde será suprido com a construção de uma Estratégia de Saúde da Família e a ampliação da UBS Central. Juntas as duas obras devem custar quase R$ 700 mil aos cofres públicos.

Na rede municipal, quatro clínicos gerais, um oftalmologista, um ortopedista, além de fisioterapeutas, nutricionista, pedagoga, fonoaudiólogos e terapeuta ocupacional formam a equipe médica de Tabapuã. Na cidade um especialista recebe R$ 154,5 por hora trabalhada. Já um clínico geral ganha o equivalente a R$ 53,5 por hora.

Com vários benefícios na saúde, a cidade pena com os mais de 22 mil prontuários médicos. Renata fala que o número nem sempre significa o número real de pacientes. “Geralmente pessoas que morrem ficam aí por anos e não retiramos por que não somos comunicados sobre o óbito. Muitos mudam de cidade e o prontuário continua aqui. Então é relativo”, explica.

Além dos prontuários, o município tem 220 guias paradas. O maior número é para reumatologista. Exames são 140 no total que esperam por agendamento. Tabapuã regula atendimento para o hospital Emílio Carlos, de Catanduva, Hospital de Base e Ame de São José do Rio Preto.

Questionada qual é a maior reclamação da população, a coordenadora admitiu que é a falta de medicamentos. Ela explica que houve um desabastecimento de alguns medicamentos, mas que já foi suprido pela rede.

Dona Flávia Bianco é costureira e diz que precisa de Rivotril para depressão e Benzetacil. “Compro há meses esses remédios e nunca chegam. Aqui o atendimento é bom, mas a falta dos medicamentos complica bastante nossas vidas”.

Nossa reportagem foi à farmácia pública e conversou com as funcionárias. Sobre a falta dos dois remédios, elas admitiram que estivessem em falta, mas que já foram repostos.

Sobre uma nota ao sistema público de saúde de Tabapuã, Renata avaliou com nota 8. “Eu tenho plano de saúde para não tirar a vaga de outros pacientes. Só que perto de outros municípios que demoram meses para atender um paciente, estamos nossa cidade está bem melhor”, fala.

(Matéria publicada na edição impressa da Gazeta do Interior no mês de maio)

(Fotos: Diogo De Maman/Gazeta do Interior)

Destaques Raixo-x da Saúde Saúde Últimas Notícias , , ,

Related Posts