2014: O ano das incertezas

Posted by at 6:59 Comments Print

Por Eric Carvalho

Se você é um daqueles que todos os anos espera a chegada do mês de janeiro para ficar ligado nos jornais e sites especializados e ver as novidades e contratações do seu time de coração, com certeza, está bastante decepcionado. A temporada deve começar em breve, e, pelo que parece, os clubes grandes paulistas ainda não perceberam.

O ano de 2013, como comentamos na coluna passada, foi péssimo para os grandes e a investida no mercado era dada como certa, mas os resultados ruins não fizeram a galera ir às compras, o que me deixa um pouco assustado. Será a má fase vai continuar?

Podemos entender algumas razões para a pequena movimentação do mercado da bola, uma delas é que nenhum paulista está na Copa Libertadores e isso traz grandes prejuízos, como cotas de televisão menores e quantidade de venda de ingressos diminuída. Outra visão é a de que a Copa do Mundo, que vai ser realizada a partir de junho no Brasil deve parar o futebol local cerca de dois meses, então, seria loucura investir alto em nomes caros, já que a melhor parte dos campeonatos ficará apenas para o segundo semestre, como finais e reta final do Brasileiro,.

Mas, será que isso é tão ruim assim? Acho que nem tanto… alguns elencos que não foram tão bem no final do ano passado, podem ganhar uma nova chance de mostrar que são úteis e muitos jogadores que decepcionaram vão poder dizer para a torcida que o investimento valeu a pena.

Dois exemplos disso: o primeiro é o elenco do São Paulo. O time conta com peças importantes e jogadores de alto nível que não conseguiram chegar nem perto do que se esperava deles. Agora, com Muricy Ramalho começando a temporada, jogadores como Luis Fabiano e Ganso poderão voltar a ser grandes nomes do futebol Brasileiro.

Outro grande nome que precisa se refirmar é Alexandre Pato. Com o investimento de mais de 40 milhões de reais, o Corinthians até agora só viu prejuízos. Mas, em 2014, Pato tem como aliado o técnico Mano Menezes, recém-chegado e que deu diversas chances ao atacante quando era treinador da seleção. Talvez agora o dinheiro alto possa começar a compensar.

Campeonato brasileiro 2014. A volta do mata-mata?

Por falar em incertezas, uma das maiores para o ano que começa é quanto ao Brasileirão. Depois de uma série de lambanças de advogados e dirigentes da Portuguesa, o Fluminense, sempre ele, foi recolocado na primeira divisão e isso causou muito descontentamento em quem acompanha o futebol.

Revoltados, diversos torcedores do time paulista, até agora mais de 200, recorreram à justiça para impedir que o campeonato comece com o Flu e sem a Lusa. Amparados pelo Estatuto do torcedor, a força desses pedidos judiciais pode fazer estrago na organização do torneio, impedindo-o de começar ou obrigando a CBF a cumprir diversas determinações legais por meio de liminares.

Então, o caminho que a confederação pensa em seguir para que o campeonato 2014 não fique só na promessa, é colocar 24 clubes na série A, que seriam os 20 clubes que tem o direito de disputar e mais os quatro que caíram em 2013.

Se essa for a decisão final, o brasileirão deve voltar a ser em forma de mata-mata, pela pouca quantidade de datas disponíveis para os jogos. Assim, seriam formados dois grupos de 12 clubes, classificando os quatro primeiros de cada um, sendo o campeão decidido no formato da copa do mundo.

O mata-mata é uma cultura brasileira que foi deixada de lado desde 2002, e levanta muitas paixões e ódios de quem ama futebol. E você, o que pensa sobre a volta desse formato? Gosta de acompanhar finais, ou os pontos corridos são mais justos?

A única certeza até agora é a de que o futebol nunca esteve tão filosófico, imitando o grande pensador grego Sócrates: em 2014, “só sei, que nada sei”.

Coluna publicada na edição impressa da Gazeta do Interior do mês de janeiro

(Foto: Divulgação)

Colunistas Destaques Eric Carvalho Esportes Últimas Notícias ,

Related Posts