15 de junho: Dia mundial de combate à violência contra o idoso

Posted by at 7:13 Comments Print

Luiz Aranha

luiz@gazetainterior.com.br

Dia 15 de junho é considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) o Dia mundial de combate à violência contra o idoso. Segundo o Ministério da Saúde, só em 2011, cerca de 2 milhões de idosos foram agredidos no Brasil. Mas acredite, esse número, é muito maior, assim como as crianças ou mulheres que sofrem agressões, os idosos têm medo de denunciar, até para não perder o pouco de afeto que eles ainda acham que recebem.

Ainda de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde, a maior parte da violência contra os idosos são registradas dentro de casa, pelos próprios filhos, noras ou genros. A violência ao idoso não é um fato isolado e sim um reflexo da violência na sociedade como um todo. Os idosos são pessoas que, geralmente, tem uma maior fragilidade, precisam de cuidados e principalmente de paciência. Agressões físicas, psicológicas, abandono e exploração financeira são as denúncias mais comuns nas delegacias especiais de atendimento ao idoso em todo o país.

A violência, muitas das vezes, vem de quem deveria cuidar deles. Diversas famílias enfrentam o dilema de ter que deixar seus familiares idosos aos cuidados de um enfermeiro ou em uma casa de repouso com medo de que sejam maltratados. A recomendação de órgãos especializados é avaliar bem o histórico do enfermeiro ou do asilo, e, observar se o idoso aparece com machucados. Como nem sempre a família tem condições de pagar algum tipo de tratamento ou cuidado, a falta de paciência pode fazer com que os próprios familiares maltratem os idosos.

O Brasil não possui um canal de denúncias específico para a violência contra o idoso, mas a empresa de telefonia Vivo, disponibiliza o Disque Denúncias 181 que também funciona para esses casos. A denúncia possui garantia de sigilo absoluto e anonimato e o denunciante poderá acompanhar as providências tomadas e os resultados obtidos pelas Polícias Civil e Militar a partir de uma senha. As ligações são gratuitas e o serviço funciona todos os dias em qualquer horário. O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) dos municípios também recebe denúncias e auxilia familiares e idosos nos mais diversos casos.

(Imagem: Editoria de artes Gazeta do Interior)

 

Cidades Destaques Últimas Notícias

Related Posts